DESTAQUES

Autocontrole é a expressão que proporciona confiança

Renato Miranda 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Autocontrole aqui tem uma dimensão maior do que o controle emocional

por Renato Miranda

Em ano de Jogos Olímpicos atletas de todas as modalidades têm uma pergunta simples a responder: Como melhorar meu desempenho atlético para obter sucesso? Esta pergunta é estendida aos profissionais do esporte a fim de ajudar seus atletas a obterem a vitória desejada.

Ao lado dos variados processos e metodologias de treinamento que auxiliam a responder a pergunta acima, como preparação física, fisiologia, biomecânica, avaliação, psicologia e outros, há sempre uma questão clássica a responder: como motivar o atleta?

Ao tentar auxiliar atletas e treinadores em relação a essa questão específica da motivação discrimino vários elementos que relacionados sistematicamente podem contribuir para um excelente nível de motivação.

Primeiramente é fundamental que em qualquer treinamento ou atividade desenvolvida pelo atleta, ele perceba que todo seu esforço é produtivo e nada do que ele faça é algo que cause dúvidas em relação à melhoria do seu desempenho. Quando o atleta não tem dúvidas sobre o porquê de seu esforço há uma forte tendência para o comportamento motivado.

É claro que todo atleta almeja o sucesso, mas para tal, é fundamental que o mesmo se concentre nas tarefas a serem realizadas a cada dia. Não é o desejo apenas que pode produzir conquistas, mas, sobretudo, a execução de tarefas em alto nível de concentração que proporcionam realizações (mesmo as consideradas "pequenas") que geram energia psicofísica para seguir em frente.

Ademais, o atleta motivado é o que tem seus objetivos claros. Comparar resultados e desempenhos anteriores e com seus adversários e examinar as condições de treinamento para o desenvolvimento de habilidades permitem projetar objetivamente qual desempenho o atleta terá durante a competição. Mesmo resultados considerados surpreendentes quando se pesquisa a trajetória do atleta ou da equipe que obteve o resultado em questão, encontram-se "pistas" comprovando que mesmo a dita surpresa tem uma causa objetiva.

O autocontrole é a expressão que proporciona confiança e que motiva o atleta a seguir sua "caminhada". Entenda, porém, que o autocontrole aqui tem uma dimensão maior do que o controle emocional que esta palavra normalmente nos faz imaginar.

É o atleta saber se controlar emocionalmente, mas é também o autocontrole das técnicas aprendidas e desenvolvidas constantemente e em alto nível, é controlar táticas variadas de atuação, é controlar seu comportamento dentro e fora do ambiente esportivo. Enfim, o autocontrole é o resultado prático dos esforços coerentes para que a tarefa tenha uma consequência positiva, que naturalmente repercute em um bom equilíbrio emocional.

Uma reclamação frequente dos atletas de alto nível é sobre os treinamentos. Não a quantidade em si, mas sobremaneira a monotonia dos mesmos. Assim sendo, para o atleta treinar com motivação perene é aconselhável que os treinamentos proporcionem aquilo que se convencionou denominar percepção do novo. Ou seja, mesmo que a repetição e o volume de treinamento sejam exigentes, o atleta quando percebe que sempre há algo novo que auxilia seu progresso é forte a tendência em se motivar. Por isso a qualidade dos treinamentos passa necessariamente pela criatividade e dinamismo dos mesmos.

Treinadores e atletas olímpicos vivem constantemente sob pressão por resultados, mesmo assim não podem esquecer de que o descanso faz parte do treinamento. Descanso apropriado recupera não somente o desgaste de músculos e articulações, mas também do cérebro. Lembre-se que a motivação é uma energia psicofísica. É impossível um atleta estar motivado em processo de fadiga.

Avalie quantos atletas se lesionam na véspera de competições importantes, principalmente mundiais e Jogos Olímpicos. Por outro lado, imagine quantos podem ter sua motivação prejudicada por saberem e sentirem que estão muito cansados. Atleta preparado e motivado é atleta descansado.

Comportamento motivado orientado para o sucesso: características

Dedicação nas tarefas diárias, autodisciplina, autodeterminação, segurança no comportamento são algumas características relacionadas ao comportamento motivado com orientação ao sucesso. Não pensar no sucesso, mas nas tarefas ("caminhos") que poderão providenciá-lo pode ser um "clichê", todavia colocá-lo em prática é muito exigente. O atleta que se dedica constantemente e de maneira concentrada em cada tarefa e etapa do treinamento, percebe o quanto funcional (eficaz) é seu esforço e possivelmente poderá "construir" o caminho para o sucesso.

Para que o desempenho do atleta olímpico atinja o alto nível desejado seu comportamento (técnicas e táticas avançadas) precisa fluir. A fluidez do atleta é demonstrada pela ação precisa, intensa e complexa, mas que transmite às pessoas que assistem a percepção que o mesmo a faz sem muito esforço, representado muitas vezes pela seguinte frase "as coisas simplesmente fluem!".

Para chegar a esse nível de desempenho o atleta olímpico necessita desenvolver seu comportamento autotélico. Ou seja, interpretar que a finalidade de suas tarefas está nelas mesma e não somente no resultado. Em outras palavras, o atleta autotélico é aquele que interpreta que suas vivências no esporte são os verdadeiros valores que sua atividade (o esporte) lhe proporciona.

O atleta de comportamento autotélico não descarta a importância das recompensas financeiras, reconhecimento social e glória, por exemplo, mas para ele o que motiva é a possibilidade de vivenciar cada momento de treinamento e competição, como algo que produz alegria e prazer. Portanto, para o atleta autotélico, desafios e momentos de pressão, são enfrentados com entusiasmo, potência psicofísica e envolvimento. Para este atleta a motivação é perene e na "hora da verdade" (decisão final!) as coisas simplesmente fluem!




Criteo Publicidade:

Renato Miranda

Professor da Faculdade de Educação Física da UFJF; Mestre e doutor em Psicologia do Esporte (UGF); Especialista em didática e psicologia do esporte na Alemanha (Escola Superior de Esporte Alemã - Colônia) e Rússia (Instituto de Cultura Física de Moscou); Consultor de atletas em psicofisiologia (concentração, estresse. motivação e flow-feeling).



ENQUETE

A universidade Yiwu Industrial and Commercial College em Shangai (China), oferece curso de graduação – de 3 anos - para formar pessoas que querem se tornar celebridades nas redes sociais. O que você acha?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.