DESTAQUES

Aumento de remuneração realmente motiva?

Roberto Santos 01/01/2016 COMPORTAMENTO

por Roberto A. Santos

Resposta: Essa questão é tradicional nas discussões e cursos sobre Motivação – dinheiro motiva? Para responder podemos tomar o caminho teórico ou o prático. Começando pelo primeiro, Frederick Herzberg, estudioso de Motivação dos anos 60, tratava dos fatores higiênicos e motivacionais. Apesar do nome, os fatores higiênicos não tratavam da limpeza para se motivar...

Em resumo, o que ele falava é que alguns fatores motivam e outros, se ausentes, podem ser fatores desmotivacionais. Assim, com relação à remuneração, ela não é um fator motivacional em si, mas se a política de remuneração de uma empresa é injusta e desproporcional à média de mercado, ela poderá ser um fator desmotivador.

Pelo lado prático, pensemos numa situação em que trabalhamos numa empresa que não tem nada a ver conosco: o ambiente de trabalho é terrível, as pessoas vivem atacando as outras pelas costas, os tapetes são puxados diariamente, os chefes desrespeitam seu pessoal diariamente, as oportunidades de promoção são destinadas aos “peixinhos” dos chefes, enfim, nossa desmotivação coloca algumas toneladas em nossas costas todas as manhãs. De repente, recebemos a notícia de um aumento de 30% no salário, sem mais nem menos. Você diria que no dia seguinte, levantará como uma pluma, super motivado com seu novo salário? Pode ser... Por alguns dias, enquanto entende que o resto não mudou. Em pouco tempo, você incorpora aqueles 30% no pagamento de suas contas e tudo volta negativamente ao normal.

Finalizando, e citando uma autora brasileira, Cecilia Bergamini, do livro Motivação: ”parece paradoxal que não consigamos motivar ninguém, mas que seja tão fácil precipitar as pessoas no plano inclinando da desmotivação".




Criteo Publicidade:

Roberto Santos

Profissional de Recursos Humanos, com mais de 40 anos de atuação no mercado, Roberto teve diversas posições como profissional e executivo de RH em multinacionais de grande porte. É sócio-diretor da Ateliê RH, consultoria com mais de 14 anos de atuação no mercado, e distribuidor Hogan no Brasil. Mais informações: www.atelie-rh.com.br



ENQUETE

A universidade Yiwu Industrial and Commercial College em Shangai (China), oferece curso de graduação – de 3 anos - para formar pessoas que querem se tornar celebridades nas redes sociais. O que você acha?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.