DESTAQUES

Ansiedade pode desenvolver paranoia?

Eduardo Ferreira Santos 01/01/2016 PSICOLOGIA

por Eduardo Ferreira Santos

"Na paranoia há uma convicção..."

Resposta: Os transtornos da ansiedade têm sintomas muito mais intensos do que aquela ansiedade normal do dia a dia. Eles aparecem como:

Sete sintomas da ansiedade intensa - além do normal

- Preocupações, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar);
- Sensação contínua de que um desastre ou algo muito ruim vai acontecer;
- Preocupações exageradas com saúde, dinheiro, família ou trabalho;
- Medo extremo de algum objeto ou situação em particular;
- Medo exagerado de ser humilhado publicamente;
- Falta de controle sobre pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade;
- Pavor depois de uma situação muito difícil.

Por esse aspecto de que algo ou um desastre é iminente, naturalmente a pessoa ansiosa pode desenvolver um comportamento esquivo e preocupante de que algo ou alguém a persegue, o que caracteriza uma paranoia "*senso lato".

Por outro lado, a verdadeira paranoia ("**sensu stricto") ocorre de forma exatamente inversa: primeiro surgem os pensamentos delirantes de perseguição que geram a ansiedade e medo em relação ao que pode acontecer.

Na verdade, na PARANOIA não há suspeita, mas sim CONVICÇÃO de que há algum tipo de PERSEGUIÇÃO ou COMPLÔ armado contra a pessoa.

* sentido amplo

** sentido específico

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA
COMUNICAR ERRO

Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br

ENQUETE

Relação aberta ajuda a reacender o romance?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.