DESTAQUES

Como lidar com o transtorno de ansiedade num momento de estresse?

Eduardo Ferreira Santos 01/01/2016 PSICOLOGIA

por Eduardo Ferreira Santos

"Sou casada, tenho 39 anos, dois filhos e um neto. Tenho transtorno de ansiedade. Em algum momento de estresse, isso pode prejudicar minha relação familiar e/ou profissional? É necessário tomar medicamentos?"

Resposta: O Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) -- veja aqui -- como é definido pela Associação Americana de Psiquiatria é um quadro crônico que, quando habitual, pode ser considerado um traço de personalidade.

No entanto, quando há um "gatilho", uma situação maior de estresse, esse quadro pode sim se manifestar de forma mais evidente; seja por sintomas psicológicos de aflição, medo ou expectativa catastrófica exagerada e até por sintomas físicos como palpitações, dores abdominais e dor de cabeça.

Intolerância e irritabilidade

Esses sintomas, sem dúvida nenhuma, interferem no amplo aspecto da vida da pessoa, pois, além do mal-estar que gera, geralmente é acompanhado de intolerância e irritabilidade que, por sua vez, interferem nas relações individuais, sejam familiares, sejam no trabalho ou nas amizades.

Quando esse quadro gera relativo sofrimento psicológico à pessoa, recomenda-se que procure um médico psiquiatra para avaliar o grau de transtorno e, se necessário, indicar alguma medicação.

Se o quadro for mesmo apenas episódico, pode-se indicar algum ansiolítico (calmante), mas, quando é crônico, a indicação atualmente é de que se utilize algum medicamento do tipo dos antidepressivos duais (que agem na serotonina e na noradrenalina -- substâncias que influenciam o humor).

De qualquer forma, a avaliação presencial por um médico experiente é sempre mais segura e com resultados melhores.

 

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA
COMUNICAR ERRO

Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br

ENQUETE

Relação aberta ajuda a reacender o romance?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.