DESTAQUES

É possível superar sozinha o ciúme de meu marido?

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO

por Anette Lewin

"Sou 12 anos mais velha que meu esposo, tenho um ciúme doentio dele. Como faço para poder me controlar? Ele não me dá motivos, mas mesmo assim me sinto superinsegura com medo de perdê-lo pra outra mulher mais jovem."

Resposta: Talvez a questão não se vincule tanto a superar o ciúme, mas ao treino para diminuir a ansiedade e viver a relação presente de uma forma mais tranquila, não é?

Sim, porque ficar se preocupando com o que vai acontecer no futuro acaba desfocando do que se pode fazer no presente para que a relação se fortaleça ... e aí ela acaba se esvaziando e aumentando o risco de terminar logo! Assim, sem querer, ter medo do futuro, acaba levando você exatamente ao buraco em que teme cair.

Três aspectos para refletir...

Primeiro: qualquer relação pode terminar algum dia mas, certamente as que preenchem os envolvidos duram mais.

Segundo: sim, um homem pode se encantar por uma mulher mais nova, mas nem todos são iguais. Se o seu parceiro escolheu você, 12 anos mais velha, foi por que de alguma forma sua maturidade estava entre as características que são importantes para ele.

Terceiro: algum ciúme em qualquer relacionamento é normal, independentemente da diferença de idade dos envolvidos. O importante é misturá-lo com outros ingredientes para que não vire obsessão.

Pense também na escolha que você fez para entender melhor seus receios. Como você escolheu um homem mais jovem, talvez tema que seu marido, em algum momento, faça o mesmo tipo de escolha.

Nesse sentido, você pode estar projetando em seu marido ideais que são seus. É você que gostou de um homem mais novo. Ele escolheu uma mulher mais velha. Isso pode mudar no futuro? Pode. Mas assim como ele pode se encantar por alguém mais jovem, você pode se encantar por alguém da sua idade, ou mais velho. Afinal, em relacionamento, riscos existem, mas para ambas as partes.

Focar no presente ajuda a dizimar o ciúme

Se, como você diz, seu marido não dá motivos para que você se morda de ciúmes, tente focar no presente e não no futuro; no que vocês dois estão vivendo juntos e não no que ele pode viver com uma terceira pessoa; na relação construida por vocês e não numa relação fantasiosa dele com outra pessoa que pode estar só na sua imaginação.

Fantamas internos são destrutivos

Caso você não consiga driblar essa obsessão sozinha, procure ajuda profissional para entender melhor a origem de suas ansiedades, trabalhar sua autoestima e conhecer-se melhor. Afinal, seus fantasmas internos podem ser mais destrutivos para a relação do que qualquer mulher mais nova.

 

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data.



ENQUETE

Para você a traição significa falta de amor ou que o relacionamento chegou ao fim?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.