DESTAQUES

Existe relação entre alimentação e desempenho sexual?

Sandra Vasques 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR

por Sandra Vasques

"Que tipo de alimentação uma pessoa que pratica muito sexo deve ter?"

Resposta: Para uma vida sexual ativa e saudável, é importante que cuidemos, de forma equilibrada e adequada, tanto da mente como do corpo. A maneira como nos alimentamos interfere de maneira direta sobre o funcionamento do corpo, e, portanto também sobre a função sexual. Assim pode-se concluir que existe relação entre a alimentação e um bom desempenho sexual.

No entanto, o fato de comermos determinados alimentos não vai nos transformar em super-homens ou em supermulheres do sexo. Uma pessoa que deseja praticar muito sexo ou que já o pratica intensamente precisa ter uma alimentação equilibrada como a de qualquer outra que deseje um bom desempenho. No entanto, é preciso lembrar que o sexo pode ser considerado um exercício, aliás um prazeroso exercício. Assim, se for praticado com uma frequência considerada mais intensa, exigirá do praticante um maior suporte alimentar, como qualquer outra pessoa que pratique exercícios mais vigorosos e frequentes.

É um mito acreditar que certos alimentos podem potencializar instantaneamente a vida sexual. Mas como a mente tem um poder imenso, os alimentos considerados afrodisíacos, podem, por influência psicológica, nos deixar mais estimulados para o sexo.

Apesar de sabermos que cientificamente eles não agem como estimulantes, são bastante válidos, já que podem fazer parte dos jogos preliminares. Apesar dos alimentos não propiciarem uma mudança instantânea, eles podem fazer toda a diferença quando pensamos no médio e longo prazo. Afinal, para ter um bom desempenho sexual, precisamos manter os sistemas que compõe nosso corpo em dia e é imprescindível adotar uma alimentação balanceada e que ajude a manter o peso normal.

Os sistemas cardiocirculatório, endócrino, nervoso e imunológico, são especialmente importantes para manter uma boa função sexual. Assim, conhecer o tipo e quantidade de vitaminas, sais minerais, proteínas, gorduras e carboidratos que podem favorecê-los será de grande valia.

Procedimentos

Algumas dicas: adote uma dieta em que as gorduras ocupem por volta de 25% do total, mas devem ser das que fazem bem para a saúde, chamadas monoinsaturadas ou insaturadas, encontradas por exemplo em peixes de água gelada como o salmão e em alguns óleos, como o de canola. A alimentação também deve ser rica em fibras e carboidratos complexos, também chamados de integrais, encontrado nas batatas, milho, arroz integral, feijão, e lentilhas, entre outros. Uma boa ingestão proteica é importante, mas deve - se preferir carnes magras, peixe e peito de frango.

Para se ter a ideia da importância das vitaminas e sais minerais saiba que, a suplementação de zinco, magnésio e vitamina B6 pode ser recomendada para homens com diminuição do desejo. E nos casos de disfunção erétil, as vitaminas C e E, o complexo B e o cálcio. Isto é claro, depois de uma avaliação médica. A consulta a uma nutricionista pode ajudar muito a conseguir encontrar a dieta adequada ao seu ritmo de vida, incluindo a sexualidade. E lembrando, a combinação de alimentação adequada, exercícios físicos, uma boa qualidade de vida, autocuidado e a escolha de pares que combinem com seu jeito, garantem a maior parte da infraestrutura para uma vida sexual saudável. Bom apetite!

 

Sandra Vasques

Psicóloga, enfermeira, com especialização em sexualidade humana e formação em psicodrama. É orientadora sexual, atuando no Instituto Kaplan – Centro de Estudos da Sexualidade Humana - desde 1993. Leciona cursos de formação de educadores e terapeutas sexuais e atua como congressista. Co-autora dos materiais educativos Jogo de corpo, Aprendendo a viver; Vale sonhar, Valores em jogo e do Manual de atenção a educação sexual de crianças e adolescentes portadores do HIV - Viver Positivamente.

ENQUETE

O Brasil tem jeito?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.