DESTAQUES

Separamos, mas ainda precisamos morar juntos. Como conviver?

Eduardo Yabusaki 01/01/2016 COMPORTAMENTO

por Eduardo Yabusaki

"O mais importante numa separação é poder preservar o lado bom da história que tiveram juntos"

Frente a uma separação, o ideal é que cada um possa seguir seu caminho, inclusive com questões de ordem financeira e logísticas já resolvidas. Entretanto, isso nem sempre é possível. Por limitações econômicas circunstanciais, o "casal" necessita ainda permanecer morando sob o mesmo teto por algum tempo, mesmo que a separação esteja de fato definida.

Se essa condição for inevitável, é importante que considerem o que terão de viver e enfrentar com essa decisão: encontrar um ponto de equilíbrio entre o respeito e a individualidade de ambos, sem que isso gere incômodo.

Nesse interim, pode ocorrer de uma das partes ou ambos conhecer ou mesmo começar a se relacionar com outra pessoa.

O que fazer para que possam ter a melhor convivência possível sem que venham a ter mais conflitos ou brigas?

Sete cuidados importantes:

1. Pense nessa situação como temporária e passageira e não como insuportável e torturante. Procure encarar esse período com naturalidade, como um período em que terá de praticar mais paciência e tolerância.

2. Procure manter sempre um bom canal de comunicação para que possam falar sobre tudo que precisem resolver.

3. Não tema por aquilo que possa vir (ou não) a magoar o outro; viva o que tenha de viver e, quando for necessário, seja transparente.

4. Estimule a amizade entre ambos, o caminho por um clima menos tenso e mais bem-humorado é sempre mais saudável e produtivo para tratar do que for preciso.

5. Caso aconteça de se deparar com o outro acompanhado, e isso for um incômodo, evite a situação; se for inevitável, procure se tranquilizar e ser o mais espontâneo possível.

6. Estimule e procure retomar hábitos e rotinas que lhe preencham e sejam importantes em sua vida; manter-se ocupado e satisfeito deixa menos margem para pensamentos e sentimentos negativos.

7. Procure novas atividades de lazer, diversão, novos grupos de amigos... Enfim, redirecione sua vida de forma a criar hábitos e rotinas de solteiro, e assim, aos poucos reestruturar-se para um recomeço.

O mais importante numa separação é poder preservar o lado bom da história que tiveram juntos; olhar para o futuro e se organizar para buscar o que deseja em um novo relacionamento e em todas as áreas de sua vida.

Acredite e viva bem, sempre!

 

COMUNICAR ERRO

Eduardo Yabusaki

Eduardo Yabusaki - Psicólogo e Sexólogo Especializado em Terapia Comportamental Cognitiva, Terapia de Casal e Terapia Sexual. Coordenador do Curso de Sexologia Clínica ministrado em diferentes cidades há mais de 15 anos. Docente convidado do Curso de Fromação em Sexologia Clínica de BH. Responsável pelo www.vidadecasalbh.com.br

ENQUETE

Você consegue cumprir as resoluções de ano novo?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.