DESTAQUES

Como fazer refeições incríveis em minutos

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Freezer nos alimentos é a melhor saída para economizar tempo

por Rosa Fonseca

Há quem odeie cozinhar. Há quem ame. Para todos, há a preguiça, o cansaço, a falta de tempo.

Se por um lado a modernidade acelerou o ritmo, ocupando cada espacinho do nosso dia; por outro, não cessa de gerar soluções para facilitar o cotidiano. O ardil está em saber utilizá-las. Às vezes percebo de que o e-mail está mais atrapalhando a minha vida do que ajudando. A mesma lógica aplico ao meu amado (e odiado) carro. São exemplos de como é difícil usar as facilidades da vida moderna ao nosso favor. O mesmo acontece na cozinha: as comidas semiprontas, que prometia ser a salvação, tem assolado saúdes mundo afora.

Hoje, quero ajudar você a selecionar que tipo de conveniências vale lançar mão, para comer bem e fácil:

1. Faça o seu freezer valer cada centavo: quase tudo por ser congelado. Quando for cozinhar, dobre as porções e congele as sobras para outro dia.

2. Sem tempo pra ir à padaria? Compre seu pãozinho preferido e congele. Basta, literalmente, jogá-lo no freezer. Na hora de comer, é só tirar alguns minutos antes. Ele chegará em temperatura ambiente e ficará como fresco. Pessoalmente, gosto de descongelá-los com forno (convencional, não use o micro-ondas!) enquanto sai o café. Ficam como recém-saídos do forno da padaria. É inacreditável.

3. Odeia pizza congelada? Encomende a pizza dos sonhos na sua pizzaria favorita e congele. Asse quando quiser, em forno convencional, com fios generosos de azeite. A mesma lógica vale para quiches, lasanhas, sopas, frango xadrez... Troque a sessão de congelados pela rotisserie. E nunca mais reclame do tupperware que seus parentes insistem em dar para você levar depois dos almoços de família. Freezer, neles!

4. Pediu pizza e sobrou? Congele também. A menos que goste de pizza amanhecida.

5. Não tem tempo para as compras? Avalie a possibilidade de comprar pela internet. Há sites que entregam até hortifrúti fresquinho em casa.

6. Compre comida porcionada: couve já chifonada, champignon já cortado, azeitona sem caroço, frango desossado, vegetais em cubinhos, kit para yakissoba, folhas pré-lavadas, espinafre flocado, ervas picadas, cenoura baby, feijão pré-cozido, abacaxi sem casca, salada de frutas em potinhos, achocolatado pronto, suco integral, etc. Custam um pouco mais, mas valem a pena. Insistimos com fazer compras como a vovó fazia e depois não damos conta cozinhar... O resultado? Os alimentos estragam na geladeira e gastamos mais com comida congelada e delivery, que quase nunca são as melhores pedidas para a saúde – e para o paladar. Modernize seu jeito de comprar. Já!

7. Cerque-se de bons produtos semiprontos. Purê de batata instantâneo, polenta pré-cozida, farofa pronta, sopa Campbell’s, latas de conservas de boa qualidade e alimentos pré-cozidos são alguns exemplos. Latas de aspargos ou mandioquinha pré-cozida viram maravilhosas sopas em minutos. Tenha na despensa.

8. Recheie a geladeira de alimentos que sirvam de base para comidas e lanchinhos rápidos, gostosos e charmosos. Pão italiano, frozen iogurt, tomate pelado, salmão defumado, morango congelado e paçoca diet são itens sempre presentes na minha vida. Pode ser missô, massa para panqueca, almôndegas, beterraba ralada, damasco seco, molho para salada, água de coco... Avalie o que gosta de comer e compre de acordo. Não importa o que diz a lista da cesta básica tradicional: compre com vistas na saúde e de acordo com sua rotina e preferências.

9. Ama arroz? Máquina de arroz. Não vive sem suco? Juicer. Apaixonado por pães? Máquina de fazer pão. Café? Cafeteira (elétrica, italiana, francesa ou de expresso, por escolher). O problema é lavar a louça? Lava-louças. Ama sopas? Mixer em punho. Ninguém precisa gastar os tubos montando cozinhas completas. Conheço quem tenha casos com amor com esses equipamentos e quem só gastou dinheiro neles. Na minha casa, a panela de pressão é item essencial. Mas em 8 entre 10 casas apenas ocupa espaço. Se é o seu caso, sugiro doar e aderir ao feijão, lentilha, grão de bico, milho e pinhão cozidos. O segredo é equacionar o que você e sua família realmente gostam de comer versus o que não têm tempo de fazer. Vamos facilitar a vida?

 

 

COMUNICAR ERRO

Redação Vya Estelar

ENQUETE

Você acha que um romance iniciado no Carnaval tem chances de dar certo?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.