DESTAQUES

Cuidados pós-operatórios após cirurgia plástica

Sonia Corazza 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Brasil é referência em cirurgia plástica

por Sonia Corazza

O crescimento das intervenções cirúrgicas plásticas com finalidades estéticas e corretivas só cresce em nosso país, hoje referência mundial em técnicas e procedimentos.

Hoje vou falar sobre a importância dos cuidados pós-cirúrgicos que aceleram a recuperação e melhoram os resultados finais.

A velha e boa drenagem manual

Recomendada desde os primeiros dias, a técnica começa com o desbloqueio ganglionar e a manipulação dos tecidos linfáticos, para melhorar a eliminação de toxinas e minimizar os processos de edema (inchaço) e hematoma. Menos inchaço, menos dor e uma aparência de pele mais descansada são as metas obtidas com a drenagem manual. O trabalho do especialista atua no conjunto formado pela linfa, vasos linfáticos e linfonodos. Claro que tudo deve ser acompanhado e orientado pela equipe médica responsável.

De acordo com trabalhos médicos e científicos já publicados, a drenagem manual ajuda na eliminação de líquidos excedentes que banham as células, mantendo assim o equilíbrio hídrico dos espaços entre as mesmas, além de eliminar dejetos provenientes do metabolismo celular.

Os movimentos e manobras são muito suaves, obedecendo o ritmo natural do organismo no sentido da sua drenagem normal.

O trabalho publicado pelos alunos de fisioterapia da Universidade de Santa Catarina comprova que a técnica favorece a rápida diminuição do edema e do hematoma, bem como a redução da dor, além de prevenir e minimizar a formação de cicatrizes, retrações e queloides.

Laser de baixa potência

Segundo o especialista em pós-operatório Orlando Sanches, a mais nova técnica aliada na recuperação da pele que passou por uma intervenção cirúrgica é a ferramenta oferecida pela gama de lasers de diodo de 50 a 250MW. A técnica melhora a qualidade cicatricial e também evita a formação de fibroses. Com essa terapia é possível oferecer um pós-operatório mais adequado e menos traumático. Esse tipo de laser não cirúrgico alivia a dor (efeito antiálgico), ajuda na reparação tecidual, reduz a formação de edema e de hiperemia (efeito anti-inflamatório, antiedematoso (que diminui o inchaço) e normalizador circulatório)

Cosméticos pós-operatórios

Suavidade é fundamental. A primeira categoria de fórmulas que devem ser utilizadas são os produtos para higiene, como sabonetes líquidos, géis de limpeza ou emulsões levemente cremosas com essa função. Devem conter ingredientes de baixo poder irritativo, preferencialmente hipoalergênicos, e com um pH neutro. Ingredientes ativos como os derivados da camomila e alcaçuz agem como calmantes e anti-irritantes e são muito bem-vindos.

Evitar ao máximo a exposição solar é regra fundamental, mas depois da alta médica o uso do filtro solar, *preferencialmente físico, deve fazer parte da rotina diária. Menos é mais, quando se trata de cuidado pós-operatório.

* só contempla dióxido de titânio e óxido de zinco especifico para esse fim.

 




Criteo Publicidade:

Sonia Corazza

É engenheira química especializada em Cosmetologia. Tem 25 anos de experiência como formuladora de cosméticos. Atuou em empresas líderes no setor. É autora do livro Beleza Inteligente (Madras). Mais informações: www.belezainteligente.com.br



ENQUETE

Qual é o seu meio preferido para expressar suas opiniões políticas?








VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.