DESTAQUES

Por que perdoar é uma escolha sábia

Emilce Shrividya Starling 01/01/2016 AUTOCONHECIMENTO
A maior vitória sobre um inimigo é perdoá-lo

por Emilce Shrividya Starling

Vamos falar um pouco mais sobre essa virtude tão importante que é o perdão. Veja aqui texto anterior.

A capacidade de conceder o perdão completo não acontece de maneira rápida ou facilmente. É uma virtude que deve ser cultivada por muito tempo. E para isso precisamos compreender o que é o perdão.

O perdão não é botar panos quentes e dizer: “Tudo bem. Nem fiquei magoado. Está tudo bem.”

É preciso fazer um trabalho interno de contemplação e libertação.

Você precisa ter coragem de examinar seus pensamentos, sentimentos, ações e as consequências que criam. Não deve agarra-se a elas e sim ter o poder de renunciar a elas e entregá-las a Deus.

Precisa desistir de ser vítima do outro que lhe fez algo prejudicial e não chorar como uma vítima ofendida. Mas o perdão não substitui o arrependimento. Tanto você como a outra pessoa precisam sentir arrependimento e ver os próprios erros.

O perdão é uma escolha sábia. O perdão é uma bênção tanto para quem recebe como para quem concede.

Como diz o poeta yogue Kabir:

“Se alguém trata você mal uma vez e você reage tratando-o mal, então, um maltrato vira dois. Entretanto, se você não o maltratar em retribuição, o maltrato continua sendo apenas um.”

Esse é um conselho sábio mas difícil de ser seguido. Para aplicá-lo, você precisa ter força no coração que vem da sabedoria do Ser interior. Compreenda que o perdão se torna cada vez mais difícil se você multiplicar as ofensas, as provocações e se reagir ao mal-entendido com mais mal-entendido.

Às vezes, você pode ter a tentação de responder às ofensas e achar que isso lhe fará sentir mais leve depois. Mas não é verdade, pois ao revidar , você está criando dor para si mesmo. Você obscurece sua mente com nuvens pesadas de rancor e fecha seu coração para o amor.

Quando você perdoa ou nem guarda mágoas, você faz bem a você mesmo. Você demonstra gentileza a si mesmo e reconhece a grandeza de sua alma.

O perdão existe primeiro para aquele que perdoa, porque lhe libera de sentimentos negativos que iam destruir sua paz e acabar com sua alegria.

O perdão tem muita força e dissolve a raiva, que é o nosso maior inimigo na Terra. Um coração que perdoa é forte e nobre e está mais próximo de Deus. Somente os fortes e sábios perdoam.

Muitas pessoas não querem nem pensar em perdoar e ficam muito apegadas à raiva. Elas preferem sofrer com essa atitude rancorosa, pois é difícil abandonar esse apego à raiva.

Na maioria das vezes, elas guardam ressentimentos, sentem amargura, decepção e desamparo. Elas carregam uma bagagem pesada que tira o sabor da vida. Entenda que você não pode perdoar e, ainda assim, guardar antigas mágoas na sua memória.

Não é possível carregar o fardo da raiva e ser alegre ao mesmo tempo. Se você estiver apegado aos seus velhos rancores, você não é capaz de perdoar e fica se torturando com seus próprios pensamentos, tornando-se seu próprio inimigo.

A maior vitória sobre um inimigo é perdoá-lo. Quando você o perdoa, ele morre dentro de você e deixa de lhe perturbar.

O perdão precisa fluir do coração e não pode ser apenas um exercício mental. Perdoar alguém não é apenas lhe dizer : “Eu lhe perdoo”. É necessário revelar o perdão através de suas ações, gestos e sentimentos.

Quando você realmente alimenta a força do perdão, uma verdadeira alquimia acontece em seu interior e você se sente livre e muito bem.

Cultive essa nobre virtude do perdão por muito tempo e permita que o sentimento libertador de perdoar dissolva toda sua dor, abrindo caminho para a paz interior.

Quando você já perdoou, essa nova energia o faz sentir cada dia melhor e sua vida se abre. Você respira melhor, aprecia o ambiente à sua volta, admira as folhas das árvores, a luz do sol, a beleza das ondas do mar. Você se abre para ver as qualidades das pessoas e atrai melhores oportunidades para sua vida.

Quando o perdão acontece, ele emana do espaço da sabedoria. Ele simplesmente acontece e você já nem precisa mais pensar em perdão porque você possui sabedoria e conhecimento.

Deus não está julgando e nem punindo você. Ele é pura sabedoria, pleno de misericórdia, amor e compaixão. Você é que tem que parar de se punir com seus pensamentos e suas ações. Parar de guardar mágoas em seu coração.

Compreenda que única escolha sábia é o perdão e sinta-se completamente livre. Permita a si mesmo lembrar-se de sua própria divindade interior. Sinta compaixão, que é um ato de tolerância onde reina a bondade e o perdão. Namastê! Deus em mim saúda Deus em você! Fique em paz!

 

COMUNICAR ERRO

Emilce Shrividya Starling

É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.

ENQUETE

Você consegue cumprir as resoluções de ano novo?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.