DESTAQUES

Quais posições sexuais favorecem o orgasmo feminino?

Sandra Vasques 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR

por Sandra Vasques

"Gostaria de saber como faço para ter orgasmo quando meu namorado fica por cima, pois só consigo quando fico por cima. Quais são as técnicas, o que faço?"

Resposta: Para que uma mulher sinta o orgasmo, ela tem que se permitir vivê-lo. A seguir, tem que conhecer cada vez melhor seu corpo, investigando que tipo e intensidade de toques, mais a agradam. Existe um lugar especial no genital feminino, que fica na junção dos pequenos lábios e que externamente tem o formato de um pequeno botão, o clitóris. Esse pequeno botão é na realidade uma pequena glande, semelhante à do pênis, e tem muitas terminações nervosas. Sua função é proporcionar prazer sexual à mulher quando estimulado. O estímulo pode ser por fricção ou pressão e cada mulher deve tocá-lo e descobrir o jeito mais gostoso de obter prazer. Isso é muito importante, porque só conhecendo a si mesma, a mulher poderá ensinar o homem a também lhe proporcionar prazer unindo outros estímulos com o toque do clitóris.

E por que é importante saber disso se a pergunta se refere a posições sexuais?

Justamente porque o casal deve descobrir que posições permitem um estímulo prazeroso para os dois. A posição deve ser estimulante visualmente, deve deixar à vontade os parceiros e principalmente deve garantir um bom estímulo aos órgãos genitais tanto do homem como da mulher, e nessa, não dá para pensar só na vagina, mas no clitóris também.

Cavalgada

A mulher por cima do homem, pode fazer vários movimentos que permitem tanto uma penetração na medida e na direção que ela quiser, mas também ela pode garantir o estímulo do clitóris que bate na região do púbis de seu homem. Além disso, se quiserem aumentar o estímulo, podem alcançar facilmente o “botãozinho do prazer” com as próprias mãos ou pedir que o parceiro faça isso. Por isso as mulheres têm preferido cada vez mais essa posição.

No entanto, outras posições podem garantir bastante prazer, se tanto a mulher como o homem entenderem que devem dar atenção para determinadas partes de seus órgãos genitais. Além disso, as pessoas diferem no peso, na altura, na flexibilidade. Assim, o que pode ser bom, fácil e gostoso para um casal, pode não ser para outro.

Papai-mamãe

Na posição papai-mamãe, com o homem por cima, muitas mulheres relatam o orgasmo, justamente porque o púbis do homem ajuda no estímulo do clitóris no vai e vem da penetração. No entanto, algumas como a leitora que faz a pergunta, não conseguem. Há dois caminhos que vou sugerir, mas vocês podem encontrar outros. Durante a penetração a mulher estimula com sua mão o clitóris, essa é o primeiro caminho. O segundo é uma posição um pouco diferente da tradicional: a mulher fica deitada de barriga para cima, com as pernas esticadas e abertas apenas o suficiente para o homem, por cima, colocar suas pernas entre as dela. Ele então, deve alinhar seus quadris com os dela e então penetrá-la. O movimento de sobe e desce, e não de vai e vem, deve ser feito pelos dois ao mesmo tempo, encontrando o próprio ritmo. Isso permite que o pênis, além de estimular a vagina, e principalmente a parte frontal, onde fica o chamado Ponto G, também estimule o clitóris. Deste jeito, é bem provável que vocês dois se satisfaçam. Mas se ainda assim, não der certo, com certeza existem inúmeras outras que vocês podem tentar com sucesso! Experimentem!

 

Sandra Vasques

Psicóloga, enfermeira, com especialização em sexualidade humana e formação em psicodrama. É orientadora sexual, atuando no Instituto Kaplan – Centro de Estudos da Sexualidade Humana - desde 1993. Leciona cursos de formação de educadores e terapeutas sexuais e atua como congressista. Co-autora dos materiais educativos Jogo de corpo, Aprendendo a viver; Vale sonhar, Valores em jogo e do Manual de atenção a educação sexual de crianças e adolescentes portadores do HIV - Viver Positivamente.

Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2016
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.