DESTAQUES

Onde existe um problema pode estar a solução

Thaís Petroff 01/01/2016 AUTOCONHECIMENTO
Solução de um problema pode estar dentro dele

por Thaís Petroff

Geralmente as pessoas veem as dificuldades, desafios e problemas como algo negativo, que atravanca ou impede de se conseguir alguma coisa.

A famosa frase de Winston Churchill: “O pessimista vê dificuldade em cada oportunidade; o otimista vê oportunidade em cada dificuldade” parece mais uma utopia do que uma verdade.

Na prática, isso pode funcionar, se você tiver abertura para olhar a situação de uma outra maneira e se permitir testar justamente o que possa lhe parecer mais difícil.

Vamos imaginar a seguinte situação: um profissional que tenha a crença de incapacidade ativada e que para compensá-la utiliza-se do comportamento de segurança de perfeccionismo. Ele busca sempre fazer o seu melhor, cobra-se o tempo todo, tenta resolver todos os problemas sozinho; tudo isso porque precisa provar para si mesmo (e talvez para os outros que é capaz). Não se permite pedir ajuda, pois isso seria “assumir o seu fracasso”. Desse modo, sente-se ansioso o tempo todo, acreditando que sempre precisa fazer mais e que nunca é o suficiente.

Temos acima descrito um problema. Aparentemente parece muito complexo para ser resolvido. Talvez ansiolíticos ajudassem, anos de psicoterapia, procurar um profissinal de coaching, fazer mentoring com o chefe ou ainda largar tudo e buscar algo em que se cobre menos. Todas essas possibilidades podem funcionar. No entanto, é provável que dentro dessa mesma situação haja uma solução.

E qual poderia ser nesse caso?

O que essa pessoa tem como problema é que ela se vê como incapaz e busca freneticamente compensar essa percepção que tem de si mesma, tentando dar conta de tudo sozinha. Sabemos que isso é impossível, mas ela precisa ignorar isso porque aceitar que não pode dar conta de tudo sozinha seria assumir que é incapaz.

No entanto, talvez a solução seja justamente pedir e aceitar ajuda (por exemplo, de outros profissionais ou colegas de trabalho) uma vez que assim compartilharia as responsabilidades, aprenderiam juntos, compartilhariam dúvidas e dificuldades; bem como provavelmente poderiam ser mais exitosos nas atividades desenvolvidas, uma vez que duas cabeças pensam melhor do que uma. Desse modo, buscar auxílio (que é justamente o que mais se temia) poderia ser uma excelente solução para esse problema.

Essa analogia pode ser empregada para muitas outras situações.

Solução do problema pode estar dentro dele

Você pode também pensar nos problemas que tem em sua vida e buscar perceber se a solução não está justamente dentro dele (ou relacionada a ele) e podendo ser, inclusive o que você mais teme fazer. Que tal testar isso?

Problema

Solução

1 - Continuar num relacionamento insatisfatório para não ficar sozinho ou mantê-lo até iniciar outro relacionamento.

Ficar só por algum tempo, para perceber como se sente e pesar os prós e contras dessa situação.

2 - Medo de saber sobre o passado do(a) companheiro(a) e ter muito ciúme e insegurança por conta disso.

Perguntar o que tem vontade de saber ou pedir para contar o que aconteceu.

 




Thaís Petroff

Formada em Psicologia pela PUC-SP e é Master Coach. Utiliza a Terapia Cognitivo Comportamental como base do seu trabalho, mas sabendo da profundidade e complexidade do ser humano, fez formação em Bioenergética, Programação Neurolinguística e Yoga se focando em auxiliar as pessoas a desenvolver e manter emoções mais equilibradas e saudáveis. Foca-se em desvendar e compreender a desafiadora prática das relações, promover transformações cognitivas, emocionais e comportamentais nas pessoas que a procuram e disseminar conhecimento através das mídias sociais.



ENQUETE

Um amor verdadeiro pode ser breve?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.