DESTAQUES

Por que é tão importante dormir bem!

Nuno Cobra 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Sono: fonte da juventude

por Nuno Cobra 

Nas décadas de 60 e 70, eu já falava que a qualidade do sono era vital para: o bem-estar pessoal, a convivência familiar e a vida profissional. A pessoa adquire uma melhor performance em todos os aspectos da sua vida.

Naquela época, era compreensível a total ignorância do assunto. A ciência ainda não tinha adentrado nesse elemento tão valioso para a saúde. As pessoas dormiam seis horas e queriam atingir a meta de cinco, e até quatro horas de sono.

Com o objetivo de serem vencedores, todos achavam que dormir oito horas por noite era besteira e perda de tempo. Passar 1/3 da vida dormindo! Mas você precisa dormir bem este 1/3 para aproveitar melhor os outros dois terços.

Hoje, em pleno século XXI, é inexplicável ver as pessoas ainda tão irresponsáveis.

Sono: fonte da juventude

Durante sono é o momento que o organismo mais produz os hormônios do crescimento. Estes hormônios possibilitam o rejuvenescimento e a renovação celular. As células nascem e morrem. Com o sono insatisfatório, as células são mal repostas. Sendo assim, as pessoas que não dormem bem envelhecem mais depressa.

Até os 20 anos, o organismo aproveita 100% dos hormônios do crescimento, ou seja, até a idade em que o corpo está desenvolvendo. Após os 20 anos, o aproveitamento destes hormônios, produzidos até a morte, é de apenas 10%.

O sono e o organismo

A falta do sono provoca o desequilíbrio endócrino e metabólico. Em conseqüência, a pessoa pode engordar ou emagrecer muito. Tudo funciona sem equilíbrio desregulando até mesmo o nível do colesterol e do triglicérides, que pode ser resolvido apenas com o sono adequado. O sono torna-se uma verdadeira terapia.

Como deve ser o sono

O sono deve ser profundo e reparador. Como o próprio nome diz, o organismo se chama organismo porque se organiza. Ele precisa apenas de um belo sono reparador. Por isso a pessoa precisa dormir, porque o resto o organismo faz, porque ele está naturalmente sempre procurando o equilíbrio.

A importância do sono

Quando você dorme, passa o controle do seu organismo para o sistema autônomo. Você entrega a chave da casa para ele fazer todos os reparos.

Quando dormimos, ocorrem milhões de reações, tais como: reparos em todos os nossos órgãos vitais, elaboração de substâncias hormonais e de novas células, que irão se agregar aos tecidos dos nossos órgãos: fígado, baço, pâncreas, cérebro e coração. Renovando-os.

Tudo isso é imprescindível para acordamos zerados e para que tenhamos um novo dia, com a máxima capacidade de disposição, entusiasmo, otimismo e positividade.

No decorrer de um dia de trabalho, nós vamos exaurindo os nossos órgãos. A poluição destrói os nossos alvéolos pulmonares e durante a noite o nosso organismo tem de fabricar células suficientes para poder repará-los.

A alimentação, devido à industrialização exagerada, danifica milhões de células do nosso fígado que também serão reparadas durante o sono. O mesmo acontece com o pâncreas, o estômago, o coração e o cérebro. Para que estejam plenos no dia seguinte, todos estes órgãos precisam ser reparados!

O sono tem que ser profundo e não pode ser interrompido. Ele é composto de várias fases e a REM - momento em que você dorme profundamente e sonha é a fase mais importante.

O sono e o aprendizado

O que você aprende durante o dia, fica armazenado no hipocampo (a região da memória). A fase completa do sono dura uma hora e meia e temos em média 5 fases em cada noite de sono. Somente nos últimos três minutos de cada fase, as informações que estão neste hipocampo, uma espécie de arquivo temporário, vão para o córtex, o disco rígido, para serem armazenadas em definitivo.

Por isso, se o sono é interrompido, essas informações se perdem, pois não chegam no harddisk, ou seja, prejudicamos a memória e esquecemos o que aprendemos, já que estas informações assimiladas durante o dia, duram no máximo 48 ou até 72 horas dentro deste arquivo temporário. Se não tiver a fase REM, você perde todo o aprendizado.

Consequências de uma noite maldormida

- Mau humor no dia seguinte
- Irritação com qualquer coisa
- Baixa capacidade de concentração
- Baixo rendimento no trabalho
- Perda do apetite sexual
- Estresse

Dicas para uma boa noite de sono

- Não beber água durante o jantar. Procure se hidratar durante o dia, tomando de dois a três litros de água. Beber água à noite te leva a acordar para ir no banheiro, interrompendo o sono.

- Não acordar com despertador. Você não pode acordar quando está dormindo. Isto é mal. Você tem que acordar quando o organismo dá o sinal. Parece óbvio, mas esse ponto é fundamental!

- Durma mais cedo. Se você dormir mais cedo, vai conseguir acordar sem despertador e sem perder a hora. Não existe um número de horas padrão. Vai depender da necessidade de cada organismo. Pode ser entre 7, 8 , 10 e até mesmo 11 horas de sono por dia. Até o século XIX, o homem dormia 10 horas por dia em média. Depois da revolução industrial, o homem foi impelido a levantar da cama e passou a dormir oito horas por dia ou até menos.

- Não coma nada pesado à noite, para o seu organismo não precisar fazer o árduo trabalho de uma digestão pesada, na hora em que você dorme, ele já tem o grande encargo de reparar os danos do dia.

- Depois das quatro horas da tarde, evite café, chá preto, refrigerantes do tipo cola, chocolate e bebidas alcoólicas, pois tudo isso excita o organismo. O álcool provoca uma sensação de relaxamento, mas o sono de quem está alcoolizado não é reparador.

- Pratique exercícios como correr e caminhar, para cansar o organismo fisicamente, para poder relaxar e dormir. Durante a atividade física estamos repousando o cérebro, quanto mais fazemos o movimento físico, mais repomos o mental.

- Ao chegar do trabalho, coloque o seu motor em stand by. Não trate de negócios, não atenda celular, não leve trabalho para casa. Respeite-se, proteja-se, não se excite.

- O sexo apazigua o espírito e traz uma boa noite de sono.

- Atávicamente, o sono dá seus sinais, por exemplo, às 18h30, as 19h00, às 19h30, às 21h00... Você sente uma vontade de dormir, mas não se deita. Depois que o organismo reclama várias vezes por ele, acaba desistindo e a conseqüência é a falta de sono, quando você deita na cama mais tarde.

- Mas como faço para ter sono mais cedo?

- Apenas deite-se e fique em paz, não é preciso fazer força.

- Mais uma vez, o sono tem que ser reparador, contínuo e profundo.




Nuno Cobra

Preparador físico e mental. Treinou o saudoso Ayrton Senna. É autor do best-seller "A Semente da Vitória".



ENQUETE

Para você, muitas vezes, ficar no estado de solidão pode significar sinônimo de alegria e liberdade?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.