DESTAQUES

Modelo de escola atual não atende expectativas dos alunos

Marta Relvas 01/01/2016 SERVIÇOS
Sala de aula deve ser espaço de interação, inclusão e inovação

por Marta Relvas

A escola atualmente não atende às expectativas desse novo estudante do século XXI. É preciso repensar essa sala de aula de modo que esse espaço de aprendizagem se torne mais atraente.

A sala de aula precisa ser inovadora e incentivadora de habilidades cognitivas, afetivas, emocionais e sociais.

Abaixo aponto oito soluções para reformular o modelo da escola atual.

1ª) Educação informativa não é eficaz

Ainda se faz uma educação informativa e de transmissão de conteúdos, não valorizando aspectos individuais dos estudantes, pois cada cérebro é único, singular dentro de uma multiplicidade na sala de aula.

O professor é um educador e mediador de informações, por isso, precisa renovar-se sempre e encantar as mentes de seus estudantes através dos conteúdos desenvolvidos em sala de aula.

2ª) O aluno aprende mais quando percebe que o professor gosta dele

É fundamental estabelecer uma relação de confiança no processo de aprendizagem. O estudante aprende melhor quando gosta do seu professor e, principalmente, quando ele percebe que o professor gosta dele.

3ª) Contéudo deve ser agradável e contextualizado

Outra questão importante é emoldurar conteúdos de forma agradável e significativa. Por isso, precisam ser contextualizados, caso contrário, é transmitir informações apenas sem sentido. O cérebro humano só assimila o que é coerente e o que desperta interesse.

4ª) Sala de aula deve ser um espaço interativo e permitir entrada de novas tecnologias sem resistência

A sala de aula deve ser um espaço de interação, integração, inclusão e inovação. Para isso, é necessário permitir a entrada de novas tecnologias sem resistência.

5ª) Escola 3.0 X escola 1.0

A escola da atualidade deveria ser considerada 3.0, ou seja, a escola da interação multidimensional. A escola de hoje é do tipo 1.0, ou seja, do quadro e caderno, sem expectativas inovadoras de se repensar a maneira de sentir, pensar, refletir e agir. O estudante que chega à escola é digital, com professores e metodologias analógicas, por isso, ao invés da escolar ser prazerosa, ela é vista como um espaço de tortura e proibições de pensar.

6ª) Escola = lugar de fazer coisas

A escola precisa desenvolver mais a sensibilidade motora e afetiva, pois através delas que se atinge os processos cognitivos pelos sentidos e experimentações sensoriais pedagógicas., ou seja, a escola é um lugar de fazer "coisas" para se pensar melhor.

7ª) Professor precisa ter autoconhecimento

O professor tem que ter condições de uma educação continuada de qualidade. É fundamental que tenha um autoconhecimento de suas emoções e afetividades, pois é através de seus sentimentos que ele se relaciona com o mundo da educação.

8ª) Professor precisa ser mais valorizado

Como efetiva mudança, sem dúvida nenhuma, é o professor ser mais valorizado em suas práticas pedagógicas, ser respeitado em sua plena atividade profissional e ter um justo ganho real financeiro para que consiga viver e conviver com dignidade na sociedade.

COMUNICAR ERRO

Marta Relvas

Professora, Bióloga, Neurobióloga, Psicopedagoga, Pós Graduada em Anatomia Humana, Especialista em Fisiologia Humana, Bioética Aplicada e Didática do Ensino Superior. Pesquisadora na área de Biologia Cognitiva e Aprendizagem. Membro associada da Sociedade Brasileira de Neurociência e Comportamento. Autora dos Livros: Fundamentos Biológicos da Educação – Desenvolvendo inteligência e afetividade na aprendizagem, editora WAK. 5° edição.

ENQUETE

Você acha que um romance iniciado no Carnaval tem chances de dar certo?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.