DESTAQUES

Meu namorado é muito dependente da mãe. Isso será um problema quando nos casarmos?

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Não tente competir com sua sogra

por Anette Lewin

"Estou num relacionamento amoroso há dois anos e meio e temos uma sintonia muito grande, mas constantemente fico apreensiva. Ele me parece muito dependente da mãe, liga a toda hora e temo que isso possa ser um problema quando nos casarmos. O que posso fazer para trabalhar esse sentimento em mim e mostrar para ele que amar não é depender?"

Resposta: Será que o fato de seu namorado ligar constantemente para a mãe é um sinal de dependência? Ou é apena um hábito familiar?

Sim, porque cada família estabelece suas próprias regras com relação à frequência de contatos e nem sempre esses contatos, se frequentes, sinalizam uma relação patológica. Existem familiares que conversam muito simplesmente porque... se gostam!

Assim, é possível que você se sinta incomodada por que seu namorado desvia parte da atenção que, supostamente deveria ser sua, para a mãe. Essa situação é bastante comum. Na relação sogra/nora, sempre bastante complicada, existem pontos que devem ser levados em consideração antes que ela se torne um verdadeiro inferno interferindo na vida do casal.

Quatro dicas para não desgastar a relação com a sogra:

1ª) Não tente competir com ela

Lembre-se que você está entrando na vida de seu namorado agora e não vale a pena competir com a mãe dele, já que você chegou depois. É muito mais sensato você, aos poucos, ir conquistando seu lugar, do que querer invadir o espaço da mãe. Seja ele do tamanho que for.

2ª) Tornar-se a melhor amiga dela não é conveniente

Sua sogra é uma pessoa com quem você vai ter de conviver, gostando ou não. Assim, tente entender quem é essa pessoa, quais as características que você aprecia e quais as que não aprecia nela, independente do vinculo parental dela com seu namorado. Mesmo que chegue à conclusão que ela é uma megera, tente, ao menos, tratá-la com respeito. Você não precisa se tornar a melhor amiga dela. Aliás, isso nem é conveniente porque grandes amores, quando se rompem, transformam-se em grandes ódios.

3ª) Não polemize com ela

Tente apenas participar dos programas familiares mantendo seu bom humor e evitando emitir publicamente sua opinião sobre assuntos polêmicos, principalmente quando sua visão for muito diferente da dela.

4ª) Não deixe seu namorado na saia-justa

Guarde esses assuntos polêmicos para discutir com seu namorado num outro momento; não o faça sentir-se entre a cruz e a caldeirinha por ter que agradar a mãe e a você ao mesmo tempo.

E saiba que talvez, quando você for mãe também, fique mais fácil entender muitos sentimentos que agora parecem estranhos a você.

Nesse momento, olhando para trás, pode ser que a imagem que você tem de sua sogra hoje se torne mais compreensível. E você, de posse da reflexão que fizer agora, possa se tornar uma sogra mais consciente e usar esse conhecimento a favor de uma relação mais humanizada e menos neurótica.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Criteo Publicidade:

Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data.



ENQUETE

Você aceita bem o seu corpo?







VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.