DESTAQUES

Reclamar é se concentrar no que não queremos

Emilce Shrividya Starling 01/01/2016 AUTOCONHECIMENTO
Mude seu hábito de reclamar!

por Emilce Shrividya Starling

Aceitação, coragem e sabedoria são três virtudes importantes para sermos mais realizados, tranquilos e felizes.

Vamos contemplá-las na prece da serenidade de São Francisco de Assis:

"Concedei-me, Senhor, a Serenidade necessária,
para aceitar as coisas que não posso modificar;
Coragem, para modificar aquelas que posso
E Sabedoria, para distinguir umas das outras!"

Precisamos conquistar essa serenidade, aceitando nosso momento presente, que é nossa colheita.

Muitas vezes não podemos mudar o presente, mas podemos mudar nossa atitude. Isso faz toda a diferença. Ao mudar nossa atitude, mudamos os efeitos dos acontecimentos sobre nós.

Desse modo, se você não gosta de alguma coisa, tenha coragem e mude-a. Mas se não puder mudá-la, mude sua atitude. Mude como pensa, fala e age.

Em vez de reclamar, procure desenvolver a aceitação, a tolerância, a paciência. Seja tolerante e paciente com você e com os outros. Compreenda que nada acontece por acaso. Extraia lições dos acontecimentos, aprendendo com os desafios e dificuldades.

Crie um novo hábito de não reclamar, criticar ou falar mal dos outros. Comece a observar como esse novo hábito vai melhorar seus relacionamentos, sua profissão, seu ambiente interno e externo, e sua vida em geral.

Ao parar de se queixar e lamentar, você muda sua energia interior, você muda o foco de sua mente, sentindo-se melhor no seu trabalho, no seu lazer e em família.

Não é difícil nem impossível. É uma tarefa a ser conquistada com perseverança e determinação. Você conseguirá purificar seus padrões mentais de críticas e reclamações com motivação, atenção e boa vontade.

Primeiro passo: perceber que reclama

Precisa mudar seu disco rígido mental. O primeiro passo é perceber que reclama. Comece observando todas as vezes que você reclama no seu dia a dia. Depois, você começa a parar de reclamar tanto.

De início, você vai perceber que reclama muitas e muitas vezes ao dia. Vai ficar surpreendido com isso. Sem desanimar, pacientemente e com determinação, comece a parar de falar reclamando.

Se conseguir reclamar apenas no seu pensamento, já é uma conquista. Com um tempo de treinamento, a reclamação em pensamento vai se dissolvendo.

Foco

No livro "As quatro leis espirituais da prosperidade" de Edwene Gaines , o autor afirma que é importante se concentrar naquilo que queremos em nossas vidas, em vez de dar atenção ao que não queremos.

Reclamar é se concentrar no que não queremos, é falar sobre o que está errado. E tudo aquilo em que concentramos nossa atenção se expande.

Reclamar é falar de coisas que não queremos, em vez de falar daquilo que queremos. Ao nos queixarmos, usamos palavras para expressar o que não gostamos. E assim reforçamos e nos concentramos no que não queremos para nós. Ficamos oscilando entre as ondas negativas e positivas da mente.

Precisamos compreender o poder do pensamento e da palavra, pois nossos pensamentos moldam nosso destino e nossas palavras revelam o que pensamos. Com as palavras podemos criar conflitos, brigas ou harmonia e amizade.

Causa e efeito

O Yoga nos ensina que criamos nossa própria vida por meio de nossos pensamentos, palavras e ações. E que temos que segurar as rédeas da mente e direcioná-la na direção que queremos, em vez de sermos dominados pelos pensamentos inquietos e ansiosos.

Mestres e filósofos explicam relação entre pensamento e destino:

Somos formados por nossos pensamentos. Nós nos tornamos o que pensamos.
Buda

Mude seus pensamentos e você mudará seu mundo.
Norman Vincent Peale

Por que somos os mestres de nosso destino, os capitães de nossa alma? Porque podemos controlar nossos pensamentos.
Alfred Montapert

O mais alto estágio da cultura moral é quando reconhecemos que precisamos controlar nossos pensamentos.
Charles Darwin.

Muitas pessoas não percebem quando seus pensamentos estão sendo mais destrutivos do que construtivos. Não gostam de admitir que estão sendo negativas e dizem que estão sendo realistas. Não percebem que são pessimistas e que reclamam muito, cultivando o mau humor e atraindo o que não querem.

Quem vive criticando os outros, reclamando, falando de seus problemas o tempo todo, torna-se desagradável, afastando as pessoas de si mesmo. No entanto, todos gostam de conviver e de se encontrar com quem é agradável e bem-humorado.

É importante perceber nosso lado positivo e negativo para remodelar nossa vida. É vital purificar nossos pensamentos, cortando na raiz os pensamentos negativos e as reclamações.

Desenvolva a virtude de agradecer em vez de reclamar. Sem desânimo, sem se culpar, observe seus pensamentos e cultive o novo hábito de agradecer a todas as coisas, fatos e pessoas.

Isso é uma tarefa fácil? Com certeza não. É um grande desafio. Mas é uma das chaves para se alcançar a serenidade e uma mente positiva, animada e confiante.

Com perseverança, muita motivação e autoesforço vamos conseguindo diminuir nossas reclamações com nossos familiares, com nossos funcionários, em nosso trabalho e em nossa vida diária. Além de nos tornarmos mais simpáticos e agradáveis, conseguimos a amabilidade e a tranquilidade da mente.

Com nossa mudança positiva, transmitimos boas vibrações aos outros e contribuímos para melhorar o ambiente ao nosso redor.

Pare de reclamar em quatro etapas:

1ª) Perceber o quanto reclamamos.

2ª) Tomar consciência de quantas vezes reclamamos ao dia.

3ª) Começar a ter consciência de tudo o que dizemos, e assim, empregar palavras mais positivas. Começar a pensar no que vamos dizer antes de falar.

4ª) Conseguir uma mudança do padrão mental de reclamar. E, assim, os pensamentos tristes e infelizes não serão mais produzidos pela nossa mente. Por não dizê-los, não teremos onde colocar esses pensamentos e "a fábrica de reclamações deixa de funcionar".

Ao mudar nossas palavras, reformulamos nossa maneira de pensar e isso transforma nossos padrões mentais negativos. O resultado é que nós nos tornamos mais positivos, alegres, calmos e pacientes.

Como disse Gandhi: "Você deve se tornar a transformação que gostaria de ver no mundo".

Ao melhorar a si mesmo, você inspira e motiva os outros com seu exemplo. Você os ajuda com suas vibrações positivas que emanam de você e de suas palavras.

Quando tiver que fazer uma justa reclamação, faça sem agressividade, sem ofender ou magoar. E, quando surgir um problema, não gaste sua energia falando e reclamando. Em vez disso, procure soluções e bênçãos para a situação.

Comece a se sentir grato pelas pequenas coisas, até por aquelas nas quais nem prestava atenção. Comece a valorizar mais a si mesmo e aos outros. Com o agradecimento, você atrai graças divinas, oportunidades, prosperidade, pessoas boas e positivas.

Comece hoje mesmo essa mudança de atitude e torne-se uma pessoa mais alegre, tolerante, paciente e de bom humor. Torne-se uma boa companhia para você mesmo e para os outros. Namaste! Deus em mim saúda e agradece Deus em você! Fique em paz!




Emilce Shrividya Starling

É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.



ENQUETE

Você é feliz no trabalho?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.