DESTAQUES

Saiba o que a medicina tradicional chinesa recomenda para combater a fibromialgia

Jou Eel Jia 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Dicas: sono reparador, meditação, alimentação saudável e atividade física

por Jou Eel Jia

Descrita há 11 anos, a fibromialgia faz parte de um quadro de insônia e de fadiga crônicas. O organismo não forma serotonina e mais uma série de sintomas subjetivos (emocionais) acabam provocando dores no corpo inteiro.

Essas dores articulares e musculares causam um mal-estar muito grande. Enfim, trata-se de um processo de estresse crônico.

Desgaste de energia causa fibromialgia

Pela ótica da MTC, a fibromialgia é provocada por um excesso de desgaste de energia, chamada de jing – essência de energia excedente que o organismo armazena

Essa perda excessiva de jing ocorre devido à expansão da energia yang do fígado – órgão que rege as emoções. A falta de sono desgasta esse reservatório de energia. Por isso, o sono tranquilo é importante. Sem sono, o organismo não tem a capacidade de agregar jing. E como já disse, a expansão da energia yang do fígado leva a um processo de estagnação de energia, comprometendo ligamentos, músculos e articulações. Essa energia estagnada, sem circular, começa a provocar dores.

As alterações emocionais, que causam a expansão da energia yang do fígado, devem ser tratadas com meditação e relaxamento.

Para a MTC é muito importante fortalecer a energia do rim (que rege os ossos e o acúmulo de energia) através da prática de atividade física e alimentação saudável.




Jou Eel Jia

É formado em Medicina pela UNIFESP e é Presidente da Associação de Medicina Tradicional do Brasil (AMC). Professor Titular de Pós-graduação em MTC e Acupuntura do HSPM e Faculdade de Medicina de Jundiaí. Autor dos livros Ch’an Tao, essência da Meditação (editora Sumus) e Ch’an Tao Conceitos Básicos: Medicina Tradicional Chinesa, Lien Ch’i e Meditação (editora Ícone).



ENQUETE

Você é feliz no trabalho?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.