DESTAQUES

Quando mania de perseguição se torna um transtorno psiquiátrico?

Eduardo Ferreira Santos 01/01/2016 PSICOLOGIA
É importante diagnosticar a origem desse transtorno

por Eduardo Ferreira Santos

"Como ajudar uma pessoa próxima que sofre do problema?"

Resposta: Mania de perseguição é SEMPRE um transtorno importante que deve ser levado a sério, com muito cuidado.

Em primeiro lugar, é importante diagnosticar a origem desse transtorno, pois pode ser desde um uso de drogas ilícitas, até um problema neurológico importante, passando por vários tipos de Síndromes Delirantes Psiquiátricas. Apenas uma boa consulta poderá identificar a causa.

Só quem pode avaliar isso é um médico especialista (psiquiatra ou neurologista) que, através da colheita de dados mais precisos sobre a paciente, poderá formular um diagnóstico mais preciso.

É importante insistir em levá-la ao médico, acho que, devido aos inúmeros preconceitos em relação aos psiquiatras, a primeira escolha seria um neurologista, que poderia, principalmente, avaliar se há algum problema orgânico cerebral originando o transtorno delirante, pois, alguns tipos de tumores e outras doenças degenerativas podem apresentar esse tipo de sintoma.
 

Atenção!

Este texto e esta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um médico e não se caracterizam como sendo um atendimento.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Criteo Publicidade:

Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br



ENQUETE

Você aceita bem o seu corpo?







VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.