DESTAQUES

Procedimentos para seu intestino funcionar melhor

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Se comer barra de cereais, tem que tomar água

por Adriana Kachani

A obstipação (prisão de ventre) parece ser uma preocupação constante entre meus leitores. São inúmeros os e-mails que recebo de pessoas questionando o que fazer para melhorar o intestino. Na verdade, este é um assunto que têm sido muito abordado pela mídia e pela indústria alimentícia, com o lançamento de inúmeros produtos que teriam como objetivo o aumento do fluxo intestinal.

Meus leitores já sabem que esta é uma coluna que aborda o comportamento em relação aos alimentos, e que não é minha intenção oferecer fórmulas mágicas ou mesmo discutir nutrientes específicos para a solução de problemas. Cada caso é um caso, deve ser avaliado pelo médico e/ou nutricionista. O que posso oferecer são recomendações gerais.

Bom, o primeiro passo para melhorar o intestino é comer. Muitas pessoas reclamam de obstipação quando na verdade não comem o suficiente para fazer um bolo fecal adequado. Principalmente aquelas com dietas muito restritivas. E não basta somente comer, mas tem que beber, também. E beber ÁGUA!

A água é nosso emoliente natural, é ela que faz com que as paredes intestinais fiquem suficientemente umedecidas para que o bolo fecal possa transitar pelo intestino até sair em forma de fezes. Nosso corpo é constituído em até 70% de água. Quando não consumimos o suficiente para repor os gastos diários que acontecem pelo suor, urina, respiração, entre outros, um dos primeiros locais que sente o problema é o intestino, pois a água é totalmente desviada para locais que nosso organismo julga mais importante.

Sempre cito o caso das barras de cereais. Muita gente as consome abundantemente pra melhorar o intestino, mas o efeito é contrário, pois não tomam água. O que acontece é que o bolo fecal é formado, mas “entala”, pois as paredes do intestino não estão umedecidas o suficiente para que esse bolo seja eliminado. Comam barras de cereais, mas tomem água!

Fibras: tipos e importância

Só então vem a questão das fibras, que sim, são muito importantes, não só para formação do bolo fecal, como para o aumento do trânsito intestinal. As fibras, contidas em alimentos do reino vegetal, que aí se incluem não só frutas, verduras e legumes, mas também cereais como arroz, trigo, milho, aveia, granola, etc e tubérculos (batata, mandioca, mandioquinha, cará, inhame...) são sempre o maior foco de atenção daqueles que têm problemas intestinais.

Existem dois tipos de fibras. As solúveis, presentes principalmente nos cereais, tubérculos, polpa de frutas e legumes, são as responsáveis pela formação do bolo fecal. Já as fibras insolúveis presentes nas cascas destes alimentos e nas folhas de hortaliças são responsáveis pelo aumento da motilidade intestinal.

É importante lembrar que quando processamos os alimentos de alguma forma, muitas vezes estamos quebrando as fibras que eles contêm. É o caso, por exemplo de um suco natural ou de uma sopa. Mas por favor, não levem tudo aos extremos! Isso não significa que os alimentos percam totalmente as fibras, mas sim que elas são reduzidas – e muito.

Iogurtes

Outro alimento muito eficaz para melhorar a freqüência intestinal são os iogurtes, que não precisam ser de nenhum tipo especial, podendo ser até os caseiros – desde que consumidos diariamente. Isso significa que não há necessidade de se consumir aqueles enriquecido com fibras, apesar delas proporcionarem uma ajuda extra, além de conferirem maior saciedade. As bactérias contidas nesses produtos além de melhorarem a flora intestinal, ajudam a melhorar o intestino.

Mas algumas mudanças comportamentais são também importantes. A primeira delas é fazer de sua ida ao banheiro uma rotina, situação que nosso organismo gosta e se acostuma. Tem que ter uma hora marcada para que não te pegue desprevenido e você não precise ir a locais sem higiene que prejudicam a tranqüilidade. Ter uma hora marcada significa também que haverá tempo disponível para ir ao banheiro. Muitas pessoas agitadas acabam não conseguindo evacuar por conta do estresse e da correria do dia-a-dia. Ou se vão ao banheiro, estão pensando em tantas outras coisas, que não conseguem se concentrar.

Por fim,.atividade física também conta - e muito – para melhorar o intestino. Não adianta se esquivar,.nutrição e atividade física devem andar lado a lado para uma vida saudável.




Criteo Publicidade:

Redação Vya Estelar



ENQUETE

“Nada mais indigesto para o mundo que a liberdade de uma mulher", diz Fernanda Young. Você concorda?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.