DESTAQUES

Generosidade está mais comprometida com a vaidade do que o egoísmo

Flávio Gikovate 01/01/2016 COMPORTAMENTO
O generoso se sentirá rebaixado e deprimido se não exercer sua bondade

por Flávio Gikovate  

Neste texto, dou sequência ao anterior Ceder a pressões pode ser uma forma de sermos injustos conosco - veja aqui. Nele, expliquei que agir com senso de justiça envolve um complexo de sentimentos.

Isso é muito simples em teoria, mas na prática as sensações envolvidas são complexas.

Para o egoísta se tornar justo, terá que se fortalecer. O egoísta é, em geral, via de regra, fraco e necessita receber mais do que dá. Para isso acontecer, as pessoas que o ajudam terão que parar de fazê-lo. Isso implica na necessidade do generoso parar de exercer sua superioridade prática: parar de ajudar o mais carente.

O generoso se sentirá rebaixado e deprimido se não exercer sua bondade, além de ser também criticado pelos outros.

- Nossa como você piorou! Você não era assim tão frio e duro antigamente!

Ele perderá destaque e isso é ofensa à vaidade e traz sensação de humilhação.

Se não suportar esse tipo de dor, continuará a dar mais do que recebe e isso reforçará e contribuirá para a perpetuação do egoísmo e isso não é bondade, pois faz mal a quem recebe. Isto é vaidade: vontade de ser o melhor, o superior.

Assim fica claro que a generosidade, definitivamente, está mais comprometida com a vaidade do que o egoísmo. O egoísta, acostumado a sempre receber, acredita necessitar dessa generosidade. Já o generoso, nesse caso em específico, doa apenas para se destacar.




Criteo Publicidade:

Flávio Gikovate

É médico psiquiatra formado pela USP em 1966. Foi assistente clínico do Institute of Psychiatry na London University. Em 45 anos de carreira já atendeu mais de oito mil pacientes. É escritor e palestrante. Assim como Erich Fromm, Carl Rogers e Erik Erickson, psicoterapeutas e escritores contemporâneos, dos anos 50 e 60, Gikovate tem tido sucesso em escrever textos sérios em linguagem coloquial. Seus livros já ultrapassam o milhão de exemplares vendidos. RIP.



ENQUETE

A universidade Yiwu Industrial and Commercial College em Shangai (China), oferece curso de graduação – de 3 anos - para formar pessoas que querem se tornar celebridades nas redes sociais. O que você acha?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.