DESTAQUES

Pedi a separação, me arrependi, mas agora ela adorou. O que eu faço?

Anette Lewin 01/01/2016 PSICOLOGIA
Não se afogue em culpas

por Anette Lewin

Resposta: Neste momento a bola está com ela. Não é você que vai 'conceder' a separação, é ela que está querendo e o mais sensato realmente é você ceder. Numa situação dessas só o tempo pode mostrar a ela se vale ou não vale a pena trocar você por outra pessoa. Fique por perto enquanto achar que vale a pena voltar, mas tente levar sua vida para frente e não fique perdendo tempo com o que passou. E pense que, se você arriscou quebrar o vinculo, é porque teve algum motivo para isso. Não se afogue em culpas.

Fomos amantes e quando me separei para vivermos juntos ele me largou

Resposta: Você refletiu bastante sobre todo esse processo e suas conclusões são de extrema lucidez; não te enxergo perdida mas decepcionada. Você arriscou e perdeu, e ninguém consegue simplesmente admitir uma perda sem dor. Mas a vida continua. Aprenda com sua história. Almas infiéis, como você diz, estão por aí e são 'encantadoras', mas não se pode contar com elas a longo prazo. Na sua próxima escolha leve isto em consideração. Quanto ao seu casamento, se você sentir que ainda pode retomá-lo, não hesite em tentar. Mas esteja preparada tanto para um sim quanto para um não.

Depois de 36 anos de casamento e desencontros ele saiu de casa e minha vida desabou
Hoje faço tratamento psicológico.

Resposta: Continue seu tratamento psicológico, dê uma chance a você mesma. Você agüentou por 36 anos um casamento frustrante e, com certeza, repetiu comportamentos e atitudes esse período todo. As mudanças vão demorar um pouco, mas pense que se você tiver mais um pouco de paciência poderá, finalmente, encontrar seus objetivos pessoais e ir atrás deles, coisa que sacrificou em função da família. Existe um mundo inteiro a ser descoberto dentro de você. Coragem!

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data.



ENQUETE

Para você a traição significa falta de amor ou que o relacionamento chegou ao fim?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.