DESTAQUES

Ter sucesso é ter ou ser?

Rosemeire Zago 01/01/2016 PSICOLOGIA
Veja aqui sete caminhos para você chegar no topo

por Rosemeire Zago

O que é ter sucesso para você? É ser presidente de uma empresa, onde vale tudo para atingir a fama? Para a maioria é ter dinheiro e tudo o que ele pode comprar. Para outros, é algo mais profundo e que, ao contrário, dinheiro algum pode comprar, como paz, uma família, saúde, espiritualidade, trabalhar no que gosta, e não naquilo que um dia o fizeram acreditar que deveria gostar. Enfim, para uns o que vale mesmo são os valores externos e para outros, evoluir internamente. E para você, o que é ter sucesso? É ter ou ser?

Se for difícil responder a essa pergunta, você poderá começar identificando quais são os obstáculos que o impedem de se sentir realizado. Segundo o dicionário Aurélio, sucesso é resultado, conclusão; mas devemos agir apenas em nome do resultado, ficando presos apenas ao amanhã, vivendo numa constante ansiedade? Ou podemos e devemos nos sentir satisfeitos com cada etapa do processo?

Creio que esse seja o caminho mais indicado para não haver frustrações, pois mesmo que o resultado não seja o esperado, estar ciente de cada passo pode fazer uma enorme diferença, pois irá impedi-lo também de ultrapassar os limites do outro. Diz ainda o dicionário: bom êxito, resultado feliz. Podemos entender isso como se sentir satisfeito com aquilo que estamos realizando e principalmente, enquanto estamos realizando. E para isso é essencial desenvolver o respeito pelo outro. Quem não respeita o outro, na verdade demonstra que não respeita a si mesmo. A ética também é um valor que anda esquecido nos dias de hoje e necessário resgatá-lo.

Por que o elevado índice de audiência de alguns programas que mostram o sucesso de alguns, ainda que temporariamente? As pessoas projetam o sucesso que gostariam de ter naqueles que estão em evidência como gostariam de estar. Ou talvez queiram esquecer por alguns minutos uma realidade difícil de suportar e nada melhor do que assistir aos programas que o fazem fugir do que está à sua volta e, principalmente, do que está dentro delas. O que pode gerar que algumas pessoas fiquem tão obstinadas para atingirem o mesmo, que sequer avaliam se é mesmo o que querem. Outras, no entanto, podem se acomodar, pois enquanto não atingem tal meta, não acreditam ser capazes de algo, desprezando assim tudo que conquistaram até hoje e o quanto podem conquistar por seus próprios méritos. E infelizmente a maioria nem percebe que a solução pode estar mais perto do que se imagina, pois geralmente está dentro de cada um de nós, e não naquilo que nos é imposto como receita do que é ser feliz.

É preciso ter muito cuidado com a cobrança de que é preciso ter sucesso a qualquer custo, pois muitos levam essa afirmação ao pé da letra e não hesitam em pisar em cima de quem está ao seu lado ou à sua frente. Quantas pessoas que conhecemos que quando querem algo, agem como um verdadeiro trator, passando por cima de toda e qualquer pessoa, não poupando familiares e principalmente, colegas de trabalho? Muitas, não é mesmo? São tão obstinadas que sequer analisam suas atitudes, simplesmente vão agindo, tudo em nome de alcançarem o que dizem acreditar. Mas será que é isso que acreditam mesmo?

Como há muita dificuldade para olhar para dentro de si, não conseguem saber o que querem e a busca pelo sucesso acaba sendo apenas no externo, no que a mídia nos vende como sendo a receita de felicidade, fazendo muitos acreditarem que enquanto não atingirem esse mesmo sucesso, não serão felizes. Desde quando sucesso é sinônimo de ter dinheiro como muitos acreditam? Ou aparecer na televisão? Será que vale perder a saúde em nome do trabalho? Vale perder a família ou momentos que nunca mais voltarão em nome de uma obstinação do que acredita ser sucesso? Vale perder valores como ética, respeito, humildade, amor-próprio? O sucesso é ser feliz sim, mas respeitando não só a si mesmo como também aos outros. Abaixo seguem algumas dicas para se viver em paz consigo mesmo e que o preço do sucesso tão almejado não seja tão caro, mas apenas conseqüência.

Caminhos

1º) Conquiste sua independência, tanto financeira como emocional

Quanto mais você depender da aprovação e reconhecimento dos outros mais difícil será ir em busca dos próprios sonhos. Dependa apenas de você! Não é errado gostar do aplauso e do reconhecimento, mas a grande diferença é que, ao contrário da maioria das pessoas, você não necessitará deles para ser feliz e produzir.

2º) Acredite em você!

A segurança de que você é capaz de conseguir faz toda a diferença, tendo principalmente a consciência de que não é preciso derrubar ninguém para alcançar o que deseja. Refiro-me aquela segurança de fato, e não apenas na aparência.

3º) Tenha controle das emoções

Inteligência emocional é fator primordial principalmente nas relações profissionais. Ter controle emocional não é negar nem reprimir suas emoções, mas identificá-las. Nunca negue, nem faça que não está sentindo nada. Para obter o controle de suas emoções é preciso aceitar o que está sentindo, assim ficará mais fácil identificá-la e mudar o que te faz sofrer.

4º) Viva cada momento

Pessoas que vivem de modo intenso suas dores, vivem também mais intensamente os sentimentos de realização e felicidade. São pessoas que têm coragem de ser! O medo é uma experiência profunda e muitas vezes paralisante, mas para outras pessoas altamente estimulante, e igualmente profunda é a coragem. Viver plenamente cada momento o capacita a enfrentar a vida e conquistar o que quiser.

5º) Aprenda com os obstáculos

Aceite a realidade. Isso não quer dizer para se acomodar, mas agir com serenidade, compreendendo os fatos da vida e, principalmente, os sinais que cada obstáculo podem trazer como mensagem de crescimento. É preciso aprender a conviver com cada um deles, sem se deixar abater. Não tenha receio de enfrentar as situações novas e nem de ousar. Assim não terá receio caso seu objetivo não seja alcançado, pois terá a certeza que será forte o suficiente para superar cada obstáculo e mudar seu objetivo caso seja necessário.

6º) Pratique a humildade

Arrogância, orgulho, não são indicadores de autoconhecimento, mas apenas demonstram um conflito interno. Procure estar em harmonia com sua consciência, e em conseqüência, com os outros e consigo mesmo.

7º) Celebre sempre!

É importante reconhecer cada conquista e manter sua mente no presente, assim o resultado virá naturalmente. Quanto mais você reconhecer cada conquista, desde as pequenas como as maiores, mais confiança terá em você! Sinta o prazer de celebrar as conquistas que alcançou, pois isto fará com que você aprenda a amar este ser especial que você é, e conseqüentemente, sua segurança e autoestima aumentarão. Fique atento ao que está realizando, sem medo de mudar tudo se for o caso.

Enfim, ter sucesso é estar em sintonia com aquilo que você acredita ser o melhor para você, sem se deixar influenciar pelos valores externos e sem ser preciso passar por cima de alguém, mesmo que esse alguém seja você, mas apenas ouvindo o seu próprio coração!

COMUNICAR ERRO
loading...

Rosemeire Zago

Psicóloga com abordagem junguiana com especialização em psicossomática. Desenvolve uma abordagem voltada para o autoconhecimento e criança interior.

ENQUETE

9 verdades e 1 mentira sobre si mesmo no Facebook. O que você acha?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.