DESTAQUES

Regras de etiqueta à mesa ajudam a perder peso

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Regras de etiqueta à mesa agregam valor nutricional à alimentação

por Adriana Kachani

Eu ainda sou do tempo em que as moças casadoiras eram enviadas para aula de etiqueta. Tinha uma famosa, lá no meu bairro. Fui fazer o curso só mais tarde, como exigência da faculdade de relações públicas. O professor era um velhinho, a aula era chata, mas acredito que por ser mais velha, consegui absorver e entender um monte de coisas. A mais importante delas é que as regras de etiqueta são embasadas na praticidade. Hoje como nutricionista, enxergo que as regras têm muito bom senso.

Por exemplo, enquanto mastigamos, devemos deixar os talheres sobre os pratos. Essa regra, além de visar a elegância, faz com que comamos um pouco mais devagar. É como se estivéssemos dirigindo e brecássemos o carro a cada parada. Outra regra que nos faz comer mais devagar é aquela relativa a qual talher segurar em cada mão. Enquanto cortamos e/ou acondicionamos a comida no garfo, este deve ficar na mão esquerda, usando a direita para cortar e/ou empurrar a comida. Assim que a manobra está feita, acomodamos a faca no prato, e transferimos o garfo para a mão direita. E assim, ganhamos mais alguns segundos de refeição.

Outra regra básica - comer de boca fechada - é baseada na elegância, mas tem um valor nutricional agregado. De boca fechada sentimos melhor o sabor dos alimentos, além de fabricar mais saliva, que contém amilase. A amilase é uma enzima que inicia a digestão do amido. Mais enzima, melhor será a digestão.

Comer com garfadas pequenas. Para minhas pacientes do sexo feminino, chamo isso de "garfadas de princesa". Já viu coisa mais fina, mais elegante? Assim nem sobra tempo para repetir, você vai comer tão devagar que quando acabar seu prato seus companheiros já estarão inquietos para pedirem o café.

Deixar um pouquinho de comida no prato. Essa regra é um pouco controversa nos dias de hoje, tem gente que acha um desaforo jogar comida fora. OK, mas a regra de etiqueta original é deixar, não é? Ou seja, a regra nos proporciona a chance de não exagerarmos de tanto comer, sabermos o limite da nossa saciedade.

Intercalar os goles de vinho com goles de água. Essa regra faz com que a água neutralize o sabor da comida, para que possamos sentir melhor o gosto do vinho. Por outro lado, faz com que bebamos menos vinho também...

Tudo bem, uma taça de vinho por dia tem sido amplamente recomendada pelos cardiologistas, mas saibam que vinho tem calorias!!!!

Não ler jornal na mesa. Quer coisa mais anti-higiênica? Já viram o tanto de tinta que fica nas mãos depois que lemos um jornal? Ah! Mas então a televisão pode, não é anti-higiênica...TV à mesa também está fora das regras de etiqueta. E você ganha de brinde uma refeição mais tranqüila, em que se presta atenção a cada garfada colocada a boca. Um momento para conversar com a família, contar as novidades do dia...

Conclusão: ser educado pode ter diversas vantagens sociais bem como na hora de perder peso... Já se inscreveu na próxima turma de etiqueta?

Redação Vya Estelar

ENQUETE

O Brasil tem jeito?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.