DESTAQUES

Estresse pós-traumático pode causar síndrome do pânico?

Eduardo Ferreira Santos 01/01/2016 PSICOLOGIA
Estresse pós-traumático pode ocorrer até cinco anos após o trauma

por Eduardo Ferreira Santos

"Depois de ter levado uma bala perdida, tive síndrome do pânico. Isso já faz três anos. Fiquei com sequelas, tem noite que não consigo dormir, só durmo com o uso de remédios."

Resposta: Em primeiro lugar, acho importante esclarecer que a chamada "Síndrome do Pânico" é o nome popularizado para o "Transtorno do Pânico": quadro bem caracterizado na Psiquiatria por ataques súbitos e repentinos, sem qualquer causa que os desencadeie, caracterizado por transtornos ansiosos, onde há o predomínio de extremo mal-estar físico com sensação de morte iminente.

No chamado Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), que parece ser o seu caso, como é um transtorno da ansiedade, aparecem sintomas semelhantes aos do Transtorno do Pânico, associados a outros como hipervigilância, distúrbios do sono, humor depressivo, desânimo etc.

Portanto, embora já tenham se passado três anos, por definição, o TEPT pode ocorrer em até cinco anos após o trauma, o seu quadro certamente é de TEPT e carece de um tratamento especializado que se compõe de psicoterapia integrada ao uso de medicação adequada.

Sugiro que você procure um psiquiatra que seja também psicoterapeuta para ajudá-lo no tratamento desse quadro.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. O psiquiatra e psicólogo Eduardo Ferreira Santos responderá dúvidas e perguntas sobre os relacionamentos de uma maneira geral, sobre autoestima e conflitos emocionais. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA
COMUNICAR ERRO

Eduardo Ferreira Santos

Psiquiatra e psicoterapeuta. Obteve Titulo de Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP e o de Doutor em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina na USP. Escreveu os seguintes livros sobre relacionamento amoroso: Casamento missão (quase) impossível; Ciúme: O medo da perda; Ciúme: O lado amargo do amor Mais informações: www.ferreira-santos.med.br

ENQUETE

Você consegue cumprir as resoluções de ano novo?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.