DESTAQUES

Como persuadir o entrevistador, se não tiver o perfil ideal para a vaga?

Roberto Santos 01/01/2016 COMPORTAMENTO
É preciso fazê-lo perceber suas motivações e confiança na explicação de suas experiências

por Roberto Santos

"O que dizer para convencer o entrevistador, quando estiver me candidatando a um cargo ao qual não tive experiência anterior, ou ramo diferente ao que sempre trabalhei?"

Resposta: Não há duvidas de que quando conseguimos uma entrevista de emprego para uma vaga muito similar àquilo que temos feito tudo fica mais fácil. As experiências que tivemos tendem a ser facilmente correlacionadas àquelas do cargo ao qual estamos nos candidatando e o entrevistador consegue com pouca dificuldade fazer uma avaliação sobre o quanto os exemplos descritos servem para prognosticar o desempenho na vaga em aberto, mesmo se tratando de uma empresa diferente.

Desafios a ambas as partes

Já a situação que você relata coloca alguns desafios a ambas as partes: entrevistador e candidato. O primeiro terá que se esforçar para entender os pontos de semelhança que apóiam sua adaptação à função em foco. O esforço que ele empregará para fazer essas comparações vai depender em muito, o quanto ele(a) perceber suas motivações e confiança na explicação de suas experiências e, principalmente, de quão bem você conseguirá fazer paralelos entre o que sabe, sabe fazer e está motivada a aprender para se adaptar ao que existe de diferente entre ambas as funções.

Como a lei de oferta e procura funciona também no mercado de trabalho, caberá a você fazer sua lição de casa para apresentar suas experiências e habilidades de forma "vendedora". Analisar previamente o cargo-alvo e o ramo em que se situa é o primeiro passo. O que existe de semelhante e o que existe de diferente.

Pode ser que sua análise leve à conclusão de que agregar uma experiência diferente em um ramo distinto tenha mais valor do que alguém que fez o mesmo que os demais candidatos à mesma vaga. Portanto, não se prender ao fato de que você não exerceu um cargo igual no mesmo ramo, pode ser posicionado como uma vantagem competitiva e não como uma desvantagem. Neste caso, você deve se preparar como uma "vendedora" das experiências que teve e como uma aprendiz motivada para adquirir novos conhecimentos e habilidades na oportunidade que se apresenta.

Entrar na situação já com o sentimento de desvantagem pelas diferenças não vai ajudar em nada. Coloque o foco sobre a luz de suas experiências positivas e tudo ficará mais fácil para ambas as partes. Boa sorte!

COMUNICAR ERRO
loading...

Roberto Santos

Profissional de Recursos Humanos, com mais de 40 anos de atuação no mercado, Roberto teve diversas posições como profissional e executivo de RH em multinacionais de grande porte. É sócio-diretor da Ateliê RH, consultoria com mais de 14 anos de atuação no mercado, e distribuidor Hogan no Brasil. Mais informações: www.atelie-rh.com.br

ENQUETE

9 verdades e 1 mentira sobre si mesmo no Facebook. O que você acha?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.