DESTAQUES

Ele não quer me namorar por se sentir inferior a mim. O que faço?

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Muitas vezes flertes são apenas flertes

por Anette Lewin

"Ele gosta de mim, mas não quer me namorar por se sentir inferior a mim. Como posso ajudá-lo? Um homem inseguro pode tentar esconder seus sentimentos por uma mulher, por se achar inferior física e financeiramente? Ele me beijou uma vez. Mudou se para perto de mim e aos poucos descobriu que ganho bem como desenhista, que outros homens me assediam e começou a agir estranho. Quando tento uma aproximação, diz que mereço alguém melhor que ele. Tento falar que estou interessada, mas ele cria uma barreira para que eu nem consiga começar o assunto."

Resposta: Uma pessoa que se sente inferior à outra pode criar uma dificuldade de aproximação como uma espécie de "isca ". Explico: alguém que não é fácil de ser conquistado se torna mais atraente do que alguém que é facilmente seduzível. Assim, existe a possibilidade de ele estar se "fazendo de difícil" para se tornar mais atraente aos seus olhos, já que, talvez, não acredite que tenha outras qualidades para conquistar uma mulher como você.

Se ele começou a agir assim depois que percebeu seu nível sócioeconômico e o assédio de outros homens a você, talvez tenha se sentido inferiorizado e concluído que ao invés de ficar competindo com os outros por você, fugir e fazer você correr atrás dele seria uma tática de conquista mais garantida. E podemos dizer que, se isso for verdade, a tática dele está funcionando. Afinal, você parece bem interessada em conquistá-lo, não é?

Antes de mais nada, tente entender quais são os aspectos desse homem que realmente a atraem. Certifique-se de que você não quer conquistá-lo apenas por que ele é "difícil". Afinal, o que houve de concreto entre vocês foi um beijo. Certamente, você está mais apaixonada pela fantasia que faz dele do que por ele.

Vale a pena tentar conhecê-lo melhor?

Se você concluir que vale, tente. Se ele quiser, é claro. Porque existe a possibilidade de ele realmente não querer se vincular a você; de tudo não passar de um flerte que ficou em um beijo.

Cabe a você usar sua sensibilidade para concluir se o comportamento dele não passa de uma tática de conquista ou se ele realmente não está mais interessado em você.

Dicas para aproximação

Se concluir que existe o interesse dele por você, aproxime-se aos poucos, sem cobranças. Tente dizer a ele por que você o acha interessante para mostrar que apesar das diferenças físicas e sócioeconômicas você o vê como um bom parceiro. Resista aos nãos com argumentos verdadeiros, frutos de uma reflexão. Cuidado para que ele não a veja como uma pessoa que o quer por mero capricho. Vá construindo seu relacionamento aos poucos e entendendo melhor se, de fato, conviver com ele é agradável. Só depois do convívio próximo é que uma pessoa mostra quem realmente ela é.

Finalmente entenda que muitas vezes flertes são apenas flertes; muitos terminarão depois de um ou dois encontros. Não insista por muito tempo com alguém que não lhe dê respostas positivas: você pode até conquistar uma pessoa por insistência, mas ficará com o ônus de carregar esse relacionamento quase sozinha correndo o risco de perdê-lo a qualquer momento. Um relacionamento saudável se constrói aos poucos, com a participação de ambos de forma espontânea.

Certamente, qualquer relacionamento precisa de dedicação, empenho e generosidade para fluir. Mas a leveza, o conforto e a sensação de cumplicidade devem estar presentes na rotina de qualquer vínculo amoroso. Se isso não estiver acontecendo, provavelmente o relacionamento não encontrou um equilíbrio suficientemente forte para fazê-lo amadurecer.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data.



ENQUETE

Para você a traição significa falta de amor ou que o relacionamento chegou ao fim?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.