DESTAQUES

Como lidar com a ejaculação precoce

Marcelo Toniette 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR

por Marcelo Toniette

Gostaria de saber como faço para treinar o controle da minha ejaculação na masturbação, pois é precoce. Já fiz tratamento com remédios, no princípio deu certo, mas com o tempo voltei a ejacular rápido de novo

Resposta: Um estudo realizado pelo Projeto Sexualidade – ProSex –, publicado em 2004, revela que 25,8% dos 3.332 homens pesquisados queixam-se de ejaculação rápida (precoce). A ejaculação rápida é uma disfunção sexual da resposta sexual masculina que ocorre na fase de orgasmo, que acomete principalmente indivíduos no início da vida sexual, embora também seja queixa de homens de outras faixas etárias que a desenvolvem em determinada situação ou com determinado parceira(o).

É importante ressaltar que a ejaculação rápida não está relacionada apenas ao tempo que o homem leva para ejacular, como se acreditava quando o diagnóstico era definido pelo tempo mínimo do intercurso. Atualmente, o critério de diagnóstico da ejaculação rápida está relacionado à dificuldade de controle da ejaculação antes do momento desejado, provocando a interrupção da atividade sexual e, por conseguinte, a insatisfação do homem e de sua parceira(o).

Os fatores relacionados à dificuldade do controle da ejaculação em geral são de ordem emocional:

- ansiedade em relação ao desempenho, além de outros aspectos intra e interpessoais, a exemplo de medo e apreensão diante de situações sexuais

- negação da identidade sexual pessoal

- rejeição da parceira(o), rejeição da circunstância do encontro sexual, ausência da consciência sexual decorrente do cansaço físico ou emocional, prolongados períodos de abstinência sexual

- dificuldades gerais no relacionamento, comportamento de crítica, entre outros fatores.

Diversos estudos apontam que são raras as causas orgânicas para a ejaculação rápida, exceto no caso de homens nos quais a disfunção surge após um período de funcionamento adequado e sem causa psicológica aparente ou que sofreram intervenção cirúrgica prostática.

Controle ejaculatório

O controle ejaculatório pode ser conseguido a partir de um processo de aprendizado tendo como foco: a melhoria da percepção das mais variadas sensações corporais, incluindo as pré-ejaculatórias; redução da ansiedade e promoção da melhoria do relacionamento geral entre os parceiros; e recondicionar o reflexo ejaculatório a fim de que este se torne mais relaxado e satisfatório.

A masturbação pode ser uma alternativa para o treino do controle ejaculatório. Porém, a masturbação não substitui o treino do homem com uma parceria, pois existe uma diferença significativa em ambos os contextos. Durante a masturbação é indicado ao homem perceber as sensações que antecedem à ejaculação – sensações pré-ejaculatórias – e não à ejaculação propriamente dita. Até este momento a excitação do homem é voluntária; a partir deste ponto, a reação é involuntária, culminando na inevitável ejaculação. Com o passar do tempo, com a percepção dessas sensações, o homem aprende a manter-se num grau de excitação que não ultrapasse as sensações pré-ejaculatórias, aumentando o tempo da relação sexual.

Caso o controle não seja alcançado, sugiro a procura de um psicoterapeuta que tenha trabalho voltado para a área da sexualidade a fim de realizar uma avaliação do caso e propor um plano de trabalho específico.

Atenção!
As respostas do profissional desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de psicologia e não se caracterizam como sendo um atendimento






ENQUETE

Você prefere ouvir o quê?







VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.