DESTAQUES

Amar é desejar evoluir juntos

Roberto Shinyashiki 01/01/2016 COMPORTAMENTO
É um erro relacionar afeto às circuntâncias boas ou más

por Roberto Shinyashiki

Ninguém é perfeito, estamos sempre aprendendo. Houve um homem que passou a vida inteira procurando a mulher perfeita. Terminou solitário, e um amigo o consolou: "Que pena, você passou a vida procurando a mulher perfeita e não a encontrou". O homem então respondeu: "Não, eu a encontrei". Curioso, o amigo quis saber: "Por que não ficou com ela?" E ele respondeu: "Porque ela não quis, estava procurando o homem perfeito".

Quem disse que se você encontrar o parceiro perfeito ele vai ficar com você? Quando duas pessoas se conhecem, procuram aperfeiçoar-se no amor, porque o amor não existe antes da experiência, ele se constrói com a experiência, com a evolução. Esse é o amor que verdadeiramente transforma as pessoas.

Certa ocasião, eu estava na Índia com um guru quando um rapaz o procurou: "Mestre, minha esposa é muito chata, muito encrenqueira, e eu estou querendo deixá-la". O guru perguntou se ele a amava. "Sim, muito", respondeu o rapaz. "Então você deveria ficar com ela", disse. "Mas, mestre, ela é muito chata."

Amar seu filho quando você chega em casa e o encontra limpo, carinhoso, dizendo: "Pai, eu te amo" pode ser um amor bonito, mas sem glória. É completamente diferente de você chegar exausto do trabalho, gripado, querendo tomar um banho e dormir e encontrar seu filho doente. Seus planos mudam. Você passa a noite cuidando dele e, de manhã, quando o sol começa a entrar pela janela, você percebe que com seu carinho e sua dedicação ajudou-o a se recuperar. Nesse momento você descobre sua capacidade de amar.

E o mestre prosseguiu: "Quando você chega em casa e sua mulher está bonita e perfumada, cuidando de você e dizendo 'eu te amo', esse amor é bonito, mas não evolui. O crescimento só acontece quando seu afeto não é condicionado às circunstâncias".

Nunca desista de um amor simplesmente por causa dos obstáculos. Aquele conto de fadas que acabava com a frase "eles viveram felizes para sempre" não passa mesmo de conto de fadas. Na vida real é preciso evoluir e superar novos desafios.

Amar alguém é desejar evoluir juntos. Casar pensando apenas no romance representa uma passagem para o mundo da depressão. Não vai funcionar. O bom do amor, além do romance, é olhar para trás e ver quanto vocês evoluíram, imaginar o futuro e saber que ainda existem muitas conquistas para realizar juntos.

COMUNICAR ERRO

Roberto Shinyashiki

É médico psiquiatra, com especialização em Administração de Empresas (MBA USP), é consultor organizacional, palestrante e autor de 12 títulos, entre eles o lançamento “Tudo ou Nada”, “Heróis de Verdade”, “Amar pode dar certo”, “O sucesso é ser feliz” e “A carícia essencial”. Mais informações: www.shinyashiki.com.br

ENQUETE

Relação aberta ajuda a reacender o romance?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.