DESTAQUES

Como faço para confiar mais em mim mesma, e acima de tudo, em meu companheiro?

Anette Lewin 01/01/2016 PSICOLOGIA
O que é construído aos poucos no relacionamento tende a durar

por Anette Lewin

Resposta: Confiar no outro está intimamente ligado à autoconfiança. E autoconfiança está intimamente ligada a autoconhecimento.

O passo-a-passo do autoconhecimento:

1º) Passo

Assim, sua primeira questão é entender quem é você, quais suas principais características, o que você aprecia e o que não aprecia em seu jeito de ser. Numa reflexão inicial tente esquecer tudo o que já ouviu dos outros sobre você e entender como você mesma se percebe. É introvertida? Extrovertida? Interessa-se por que tipo de pessoa? É controlada? Sensível? Enfim, tente fazer uma espécie de"selfie" de suas principais características.

2º) Passo

Num segundo momento, tente confrontar a ideia que você tem de si mesma com a percepção que os outros têm de você. E aí? Será que você se vê da mesma forma que os outros veem você? Provavelmente não, caso contrário, não existiria esse buraco em sua autoestima, não é? Afinal, uma pessoa que se conhece e se aceita com é, em geral, transmite aos outros ... exatamente o que ela é. A não ser em situações especificas que requerem um padrão de comportamento mais padronizado e a pessoa tem que seguir a "cartilha de boas maneiras", como por exemplo, numa entrevista de emprego.

3º) Passo

A seguir, tente entender quais são as características pessoais que você aceita bem e quais as que rejeita. Gostaria de ser mais ousada? Mais contida? Expor mais suas opiniões? Saber esperar a hora certa de falar? Enfim, confronte seu eu real com seu eu ideal. E tente ver se aquilo que você gostaria de ser é apenas um sonho inatingível ou você pode trabalhar e desenvolver certas características para que "agrade" mais a você mesma. Tendo sempre o cuidado de lembrar que a saúde psicológica está mais ligada a aceitar nossa forma de ser do que tentar mudá-la. E que desenvolver algumas características não significa transformar a essência de sua personalidade. Apenas dar a ela um melhor "acabamento".

Como identificar, de fato, o que posso esperar do meu parceiro e o que é utopia?

Depois de todo esse trabalho de autoconhecimento tente observar agora seu parceiro. Siga os mesmos passos de auto-observacão:

Como ele se vê? Como você o percebe? Quais as características dele que podem ser transformadas e quais fazem parte da essência dele?

Sim, tudo isso é muito importante para que você entenda o que pode esperar de seu parceiro e o que é apenas um sonho utópico.

Se puderem conversar sobre todo esse processo, você e seu companheiro, certamente, terão mais chances de fortalecer sua base de confiança mútua. Afinal, na relação a dois o que tende a durar é o que foi construído aos poucos com dedicação, carinho e generosidade. A construção da autoconfiança e confiança no parceiro deve seguir esse mesmo padrão.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Criteo Publicidade:

Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data.



ENQUETE

“Nada mais indigesto para o mundo que a liberdade de uma mulher", diz Fernanda Young. Você concorda?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.