DESTAQUES

Temperaturas extremas reduzem chances de gravidez

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR

Da Redação

Estudos da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, confirmam a influência do clima sobre a reprodução humana. De acordo com o cientista C.A. Mills, em países com invernos rigorosos, como Canadá e Holanda, o volume de mulheres grávidas é bastante baixo durante os meses mais frios. De outro lado, verões intensos também contribuem para uma queda na taxa de concepções. No Japão, essa queda chega a 50% nos meses mais quentes e úmidos.

De acordo com Silvana Chedid, especialista em Medicina Reprodutiva, os brasileiros também devem estar atentos às variações da fertilidade relacionadas à temperatura ambiente.

“Tanto o ciclo menstrual da mulher, como a produção de espermatozoides no homem, são afetados com a chegada do inverno e do verão. Pessoas expostas a longos períodos de frio, por exemplo, principalmente nos estados do Sul, registram queda de fertilidade”.

A especialista alerta que a influência do clima na reprodução humana não inclui as frentes frias que acontecem durante alguns dias, somente. “Pessoas que passam férias em locais com temperatura menor de 5º C ou maior de 35º C não têm com que se preocupar. Já se o casal habita uma localidade em que essas temperaturas são comuns ao longo do ano, daí certamente devem buscar ajuda especializada em caso de encontrar dificuldade para engravidar”.




Redação Vya Estelar



ENQUETE

Para você a traição significa falta de amor ou que o relacionamento chegou ao fim?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.