DESTAQUES

Mude um pouquinho a cada dia e mude sua vida para melhor!

Emilce Shrividya Starling 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Comece o processo de mudança pelos pequenos hábitos diários

por Emilce Shrividya Starling

Li um texto que Paulo Coelho reproduziu em uma revista porque ele achou muito interessante apesar de não ter sido escrito por ele.

Como também gostei do artigo, vou reproduzir aqui alguns trechos:

“Mude.
Mas comece devagar, porque a direção é mais importante do que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, do outro lado da mesa. Mais tarde mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua. Depois, troque o caminho, ande calmamente por outras ruas, observando com atenção os lugares por onde passa.
Mude por uns tempos o estilo das roupas; dê os sapatos velhos e procure andar descalço alguns dias - nem que seja em casa.
Tire uma tarde inteira para passear livremente, ouvir o canto dos passarinhos ou o ruído dos carros.
Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma do outro lado da cama. Em seguida, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de TV , leia outros livros, vivos outros romances – nem que seja em sua imaginação.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia.
Coma um pouco menos, coma um pouco mais, coma diferente; escolha novos temperos, novas cores, coisas que você nunca ousou experimentar.
Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde, ou vice-versa.
Tente o novo todo dia: o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, a nova posição.
Escolha outro mercado, outra marca de sabonete, outro creme dental.
Tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.
Ame cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas, compre novos óculos, escreva outras poesias.
Abra conta em outro banco. Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.
Mude. E pense seriamente, (se não está satisfeito) em arrumar outro emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais parecido com o que você espera da vida, mais humano.
Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as: seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa.
Experimente coisas novas. Troque novamente. Mude de novo. Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.
Só o que está morto não muda, e você está vivo.”

É importante fazer mudanças diárias

Esse texto nos faz contemplar como é importante fazer mudanças diárias para saborear a vida cotidiana de um modo simples e permitir que a vida flua mais naturalmente, sem ansiedade. Às vezes, sair da rotina é muito bom e abre nossa mente para o novo.

Podemos começar com coisas pequenas para depois ter coragem de fazer mudanças maiores e ir desenvolvendo nossa criatividade, habilidades e talentos.

Se você quiser segurança e tentar controlar a vida, que muda a todo instante, você sentirá estresse, angústia e frustrações.

Não aceitar mudanças vem do apego do ego negativo, que acha que tem o poder de controlar os acontecimentos e as pessoas. Mas temos que aceitar a impermanência da vida que é incontrolável.

A própria natureza nos mostra como cada dia amanhece de uma maneira única e como cada pôr-do-sol é diferente. Aprecie mais o amanhecer e o pôr-do-sol e sinta a beleza nessa mudança diária da natureza.

Perceba que mesmo as flores da mesma espécie são diferentes, assim como tudo mais no planeta Terra.

Mude sua atitude. Veja a vida de uma maneira mais positiva e estará mudando os efeitos de seu karma, de seu destino. Mude a si mesmo, sem tentar mudar os outros. Isso faz toda a diferença.

Muitas vezes, as pessoas por medo de mudanças ou por comodismo, continuam em relacionamentos ruins, sofrendo, brigando, sem coragem de terminar e começar um relacionamento novo para serem mais felizes.

Às vezes, o relacionamento está desgastado por conflitos e brigas diárias, mas isso poderia até ser renovado e modificado se as duas pessoas compreendessem seus próprios erros e, decidissem mudar para melhor para conseguirem um melhor entendimento e paz.

Muitos trabalham no que não gostam, ou ganham pouco, e não tem coragem de mudar por medo. Mas, é bom entender que por detrás desse medo de mudar, está a preguiça, que é um grande inimigo dentro de si mesmo.

Eles sabem que precisarão aprender coisas novas, estudar, enfrentar desafios, e por comodismo e preguiça, se permitem sentir medo, pois assim, ficam paralisados sem fazer nada.

Alguns estudam o que não querem apenas por imposição dos pais ou por não ter coragem de começar uma nova faculdade e desse modo, não se tornarão bons profissionais, por falta de talento ou entusiasmo em se dedicar aos estudos.

É preciso começar mudando os pequenos hábitos diários, como lemos no texto, para depois contemplar o que queremos e devemos, realmente, mudar em nossa vida.

Quem mexeu no meu queijo?

Um bom livro para você ler é : “Quem mexeu no meu queijo?”, de Johnson Spencer, Ed. Record. Esse livro conta sobre “dois ratinhos e dois homenzinhos que vivem em um labirinto em busca de queijo – uma metáfora para o que se deseja ter na vida, de um bom emprego à paz espiritual. É uma leitura rápida mas suas ideias permanecerão pela sua vida.”

Esse livro, best-seller, tem sido usado em dinâmicas de grupos e de empresas para fazer as pessoas pensarem como é importante perceber o momento de mudar, ter coragem de vencer seus medos imaginários, enfrentar desafios novos em novos relacionamentos ou novos empregos.

E, ao ler esse livro, com atenção, faça uma análise sincera de você mesmo. Não leia de maneira superficial. Se precisar, releia e contemple como você está pensando e agindo em sua vida.

O ego negativo não aceita a impermanência a vida e quer controlar tudo com regras, com imposições. Ele nos faz fantasiar a realidade, cria expectativas que, muitas vezes, não se realizam. Isso vai criando o medo de não ter sucesso, o medo de não conseguir o que deseja, pois vai gerando frustrações e decepções.

A pessoa passa a dizer que prefere pensar o negativo, preparar-se para o insucesso, porque acha que vai decepcionar-se menos. Mas, com isso, além de sofrer por antecipação e ansiedade, ela sabota seu próprio potencial e atrai o que não deseja.

Pratique a Lei da Atração (peça. acredite e receba), e pratique essas leis para atrair o melhor para você.

É importante estar preparado para as mudanças constantes em nossa vida, para assumir novos cargos, novos trabalhos, novas idéias. Desenvolver nosso potencial e nossas habilidades.

A Shakti, energia divina do universo, a Mãe Divina, que é a criadora de tudo, é pura criatividade e renova-se a cada instante.

Ao meditar e nos acalmar, podemos nos conectar com essa energia divina do universo, nos conectando com esse espaço tranquilo dentro de nós. Desse espaço interior, surgem as boas intuições, insights, sabedoria.

Quando sentimos essa calma que vem do Ser interior, através do relaxamento profundo, dos cantos dos mantras e da meditação, deslizamos para o espaço sagrado do Ser interior, que habita em nós, e nos banhamos nessa luz pura do Ser, sentindo mais coragem de mudar o que for necessário, mais entusiasmo e alegria de viver .

Contemple a sábia frase de São Francisco de Assis: “Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado, aceitação para o que não pode ser mudado e sabedoria para distinguir uma coisa da outra.”

Reflita sobre isso e peça a Deus coragem para mudar o que for necessário, paciência para aceitar com serenidade o que não pode mudar e discernimento para entender o que deve ou não mudar. Fique em paz! Namaste! Deus em mim saúda Deus em você!

COMUNICAR ERRO

Emilce Shrividya Starling

É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.

Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.