DESTAQUES

Como combater a celulite

Sonia Corazza 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Encarar a vida com leveza ajuda a combater a celulite

por Sonia Corazza

Vivemos bombardeados por milhões de promessas sedutoras a respeito de como transformar imediatamente nossas teóricas desconformidades estéticas. São tratamentos para acabar com a celulite, estrias, gordura localizada, espinhas, sardas, rugas, calvície, e mais uma infinidade de outros “desajustes”.

Mas será que vinte sessões do que quer que seja poderá realmente mudar a nossa fachada de uma hora para outra? Acabar com a celulite em algumas aplicações de qualquer tipo de tratamento é uma meta inatingível. Veja algumas formas de acabar com elas.

1ª) Mesoterapia

As infiltrações de pequenas doses de substâncias lipolíticas, que aceleram o metabolismo das gorduras, por meio de microinjeções na área afetada pela celulite ajuda a quebrar a gordura e a melhorar a circulação, mas não elimina a celulite.

2ª) Ultrassom

 

Um aparelho emissor de ondas acústicas gera sobre o organismo uma série de pressões e descompressões que conferem um movimento oscilatório nas regiões das células de gordura. Esse movimento interno provoca aumento da circulação linfática, ativação do metabolismo e normalização das fibras colágenas, evitando a formação de novas fibroses ao redor dos nódulos de gordura, mas não elimina as já existentes.

3ª) Drenagem linfática

A massagem específica usada para tratar a celulite pode ser manual, mecânica ou pressoterapêutica.

A manual: é realizada por meio de movimentos contínuos, delicados e rítmicos; o líquido retido é levado em direção aos gânglios, estimulando o sistema linfático. A linfa é um líquido que corre paralelamente ao sangue e tem a função de eliminar substâncias tóxicas do organismo.

A mecânica: procura obter os mesmos efeitos da drenagem manual usando aparelhos que emitem correntes elétricas.

4ª) A pressoterapia: consiste na colocação de uma bota inflável nas pernas da paciente, que vai até o final das coxas ou até a cintura. À medida que a bota infla, ela comprime e descomprime o sistema linfático, massageando e melhorando seu funcionamento.

Da mesma forma são condutas que melhoram a irrigação sanguínea e o processo de eliminação de toxinas do organismo, mas não fazem nenhum milagre!

E o que fazer?

A primeira atitude é entender que celulite é um processo multifatorial, que tem inúmeras causas e agentes desencadeadores. Para melhorar o quadro é preciso ter uma vida equilibrada. Adote uma alimentação balanceada, composta principalmente de legumes, verduras, frutas, cereais integrais e carnes magras. Não esqueça da rotina de exercícios físicos, orientada por um profissional competente. Junte uma boa dose de otimismo, produtos cosméticos específicos e bem formulados, contendo ingredientes ativos comprovadamente eficazes, como a cafeína e os triterpenos de centella asiática.

E finalmente o principal: a consciência de que a celulite está ligada as alterações hormonais- além da genética, fatores endócrinos e stress atrapalham muito, encare a vida com mais leveza que até a celulite vai melhorar!




Sonia Corazza

É engenheira química especializada em Cosmetologia. Tem 25 anos de experiência como formuladora de cosméticos. Atuou em empresas líderes no setor. É autora do livro Beleza Inteligente (Madras). Mais informações: www.belezainteligente.com.br



ENQUETE

Você é feliz no trabalho?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.