DESTAQUES

Devo contar à minha cunhada que seu marido tem um filho fora do casamento?

Anette Lewin 02/11/2017 PSICOLOGIA
Devo contar à minha cunhada que seu marido tem um filho fora do casamento?
Fonte: imagem Pixabay
Você, em seu conflito, fica dividida

por Anette Lewin

Depoimento de uma leitora

“Descobri que meu irmão teve um filho fora do casamento e minha cunhada não sabe. Minha mãe pediu para eu não contar, mas cada vez que a vejo, ou o meu sobrinho, filho do casamento, fico doente. Não sei o que fazer.”

Publicidade - o texto continua abaixo.



Resposta: Um filho fora do casamento não é algo que pode ser escondido para sempre. Em algum momento sua cunhada ficará sabendo. O melhor seria que seu irmão contasse no momento em que ele achar oportuno. É bem possível que ele ainda não tenha encontrado o melhor jeito ou o melhor momento para falar de uma situação tão complicada e angustiante.

Você, em seu conflito, fica dividida. Por um lado, identifica-se, fica com pena de sua cunhada traída e quer, de algum jeito abrir os olhos dela. Mas será que vale a pena interferir na vida do casal, nesse momento deles?

Será que o melhor para sua cunhada é receber esse choque de realidade através de você?

Será que sua cunhada realmente não desconfia de nada? Ou desconfia, mas prefere não tocar no assunto?

Sim, todas essas questões devem ser respondidas antes de você abrir um jogo do qual não é partícipe direta.

Para que você se sinta mais aliviada, e não fique doente de culpa frente à sua cunhada e seu sobrinho, talvez valha a pena conversar com seu irmão; entender como ele encara a situação e como pretende lidar com a situação no futuro. É uma forma de colocar suas angústias para fora sem correr o risco de destruir de vez um casamento que, apesar de tudo, ainda se mantém.

Cada casal tem sua própria dinâmica e, a não ser em casos extremos em que um segredo revelado pode salvar a vida de alguém, essa dinâmica diz respeito apenas aos envolvidos. Em geral, revelações como essa feitas por terceiros são mais destrutivas do que construtivas. Nesse sentido, talvez sua mãe peça que você não diga nada para que seu irmão tenha a possibilidade de resolver a questão do seu jeito e no seu momento.

Certamente a sua intenção é ajudar. Mas ajudas costumam ser mais eficientes quando são solicitadas. Nem seu irmão, nem sua cunhada estão pedindo ajuda neste momento. Embora num equilíbrio frágil, o casamento deles ainda está de pé. Vale a pena você guardar sua vontade de ajudar para quando sua cunhada realmente estiver pedindo ajuda para se recuperar do choque que sofrerá com a revelação.

Às vezes, fantasias destruídas provocam uma dor maior do que qualquer realidade cruel. É preciso muito cuidado para abrir os olhos de uma pessoa de forma sensata e eficaz. E sempre os envolvidos no problema têm as ferramentas mais adequadas. Torça para que seu irmão as use no sentido de minimizar um grande sofrimento familiar que certamente virá.

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um psicólogo e não se caracteriza como sendo um atendimento.

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



TAGS :

    contar, filho, fora, casamento

Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data.



ENQUETE

Você é feliz no trabalho?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.