DESTAQUES

Bicicleta spinning e ergométrica: você sabe a diferença?

Redação Vya Estelar 16/10/2017 SAÚDE E BEM-ESTAR
Bicicleta spinning e ergométrica: você sabe a diferença?
Fonte: Google Imagens
É fundamental seguir as recomendações do profissional de Educação Física para longevidade na prática de spinning e ergométrica

Desde 1995 no Brasil, o spinning é uma modalidade aeróbia praticada em bicicletas estacionárias especialmente desenvolvidas para esse tipo de treino, que simula trajetos com variações de força e velocidade, alternando a frequência cardíaca e respiratória. *Diferente do treino nas bicicletas ergométricas, que reproduz uma pedalada linear sobre a bicicleta, com ritmo mais lento, em geral, recomendada para os iniciantes no treino ou pessoas que têm problemas nas articulações, por exemplo. Nas ergométricas pode-se ter também  variação de carga.

Já nas sessões de spinning, são aplicadas diversas técnicas como: simulação de subidas e descidas, variações de cargas e velocidades, garantindo maior variedade de exercícios e uma aula mais motivante, pois o aluno pedala como se estivesse na rua.

por Geraldo Chamilet**

5 benefícios de pedalar:  

1º) Aumenta a resistência

A bicicleta trabalha o sistema cardiovascular e promove o ganho de resistência muscular, principalmente nos membros inferiores. A resistência, além de contribuir para a prática de exercícios, ajuda nas atividades do cotidiano, como subir escadas ou caminhar, por exemplo.

2º) Ajuda na definição

Contribui para o fortalecimento dos músculos dos membros inferiores, músculos da região do quadríceps, coxas, glúteos, panturrilhas (batata da perna) e abdômen.

3º) Promove emagrecimento saudável

Dependendo da intensidade e do ritmo, em uma aula com 45 minutos de duração, o gasto calórico pode chegar entre 500 e 700 calorias no spinning.

*Embora a queima de gordura seja diferente de pessoa para pessoa, 60 minutos na bicicleta comum queima, em média, 400 calorias.

Publicidade - o texto continua abaixo.



Para quem está começando, o ideal é pedalar duas ou três vezes por semana. À medida que o condicionamento melhora, a frequência pode ser diária.

4º) Reduz o estresse e a depressão

O exercício estimula a liberação de endorfina, hormônio conhecido por promover a sensação de bem estar e prazer, podendo ser eficaz não só para aliviar o estresse, mas também para controlar a pressão arterial e até prevenir a depressão.

5º) Não tem limite de idade

Por se tratar de uma atividade sem impacto, onde o aluno controla a intensidade do exercício conforme suas condições e limite, pode ser praticada por pessoas das mais diversas faixas etárias, mas sempre com aval médico.

Cuidados

“Para que o exercício seja praticado corretamente, é importante ajustar a bicicleta, como altura do banco, distância entre banco e guidom e altura do guidom, visando a prevenção de lesões musculares e principalmente articulares. Portanto, é fundamental seguir todas as recomendações do professor para uma longevidade na modalidade”, finaliza o especialista.  

* Fonte: https://www.vix.com/pt
** Geraldo Chamilet, personal trainer e especialista em spinning

Atenção!
Este texto não substitui uma consulta ou acompanhamento de um profissional de Educação Física ou médico e não se caracteriza como sendo um atendimento.




TAGS :

    spinning, ergométrica, pedalar, benefícios

Redação Vya Estelar



ENQUETE

Você é feliz no trabalho?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.