DESTAQUES

Fisioterapia auxilia no tratamento de diabetes

Juliana Prestes Mancuso 20/09/2017 SAÚDE E BEM-ESTAR
Fisioterapia auxilia no tratamento de diabetes
Fonte: imagem Pixabay
Diabetes é uma doença silenciosa, surge geralmente após os 40 anos, mas pode ocorrer antes

por Juliana Mancuso

A Diabetes é uma doença crônica em que o pâncreas não produz insulina em quantidade suficiente ou o organismo não a usa de forma adequada e pode ser definida em dois grupos:

Tipo I – Ocorre a produção reduzida ou nula de insulina, onde a pessoa precisará de injeções diárias de medicamento. Em fase avançada, pede uso de insulina. Manifesta-se geralmente em crianças e adultos jovens.

Tipo II (adquirida com maus hábitos) – A glicose não é absorvida adequadamente pelas células. Pode ser controlada por dieta e exercícios. É uma doença silenciosa, que surge geralmente (mas pode aparecer antes) após os 40 anos de idade, podendo passar despercebida. A absorção inadequada de glicose pelas células provoca sua elevação no sangue, ultrapassando as taxas normais de 70 a 100 mg/dl em jejum, e 140 mg/dl após refeições. É uma doença hereditária e não contagiosa.
 
Fatores de risco para o diabetes são:

Sedentarismo (pouca atividade física)
Presença de diabéticos na família
Excesso de peso
Hipertensão arterial
Aumento da taxa de colesterol e triglicerídeos

Publicidade - o texto continua abaixo.




 
Consequências do diabetes não controlado são:

Cegueira
Enfarte do miocárdio e derrame cerebral
Gangrena e amputações
Doenças nos rins
Impotência sexual masculina
 
Pessoas com diabetes correm o risco frequente de sofrer lesões nos nervos e problemas de má circulação. Estes problemas podem gerar complicações como úlceras nos pés e em outras regiões do corpo, além de feridas que demoram a cicatrizar. A infecção destas feridas pode levar a amputações.

Como a fisioterapia auxilia no tratamento de diabetes:

- Nas orientações e cuidados com os pés e a pele de forma global;

- Monitoramento frequente da pressão arterial;

- Realização de atividades físicas frequentes;

- Exercícios para melhorar a respiração, equilíbrio e coordenação;

- Orientações posturais;

- Exercícios em grupo, caminhadas, e exercícios com bola terapêutica.
 
Orientações para o diabético:

- Visite regularmente o médico;

- Tome rigorosamente os remédios;

- Faça o autocontrole diário;

- Mantenha seu peso estável;

- Siga seu plano nutricional;

- Faça exercícios diariamente;

- Não fume.




TAGS :

    diabetes, fisioterapia, caminhadas, bola, terapêutica

Juliana Prestes Mancuso

É formada pela Universidade Anhembi Morumbi, especializada em Fisioterapia Ortopédica e Traumatológica pelo Instituto Cohen de Ortopedia e Medicina Esportiva, Fisiologia do Exercício pela Universidade Veiga de Almeida, Fisioterapia do Sistema Musculoesquelética pela Universidade São Marcos e em acupuntura e medicina chinesa pelo Centro Científico Cultural Brasileiro de Fisioterapia. É responsável pelo site e grupo de discussão Fisioterapeutas Plugadas.



ENQUETE

Para você, muitas vezes, ficar no estado de solidão pode significar sinônimo de alegria e liberdade?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.